banner Caixa
Mágica

::Gangue do Scooby::

| Angel | Anya | Buffy | Cordelia | Dawn |
| Giles | Oz | Riley | Spike | Tara | Willow | Xander |


 
Buffy Anne Summers - Quem não conhece Buffy, a Caça-Vampiros? A Escolhida de sua geração para combater não só os sugadores de sangue, mas toda e qualquer criatura do mal que ronde Sunnydale, onde a boca do inferno está localizada?

Nascida em janeiro de 1981 em Los Angeles, filha única de Hank e Joyce Summers (até arranjarem uma irmã para ela, Dawn, mas esta é uma outra história), Buffy descobriu ser uma Caça-Vampiros quando o Guardião Merrick se apresentou a ela e lhe revelou seu destino como a Escolhida. E não demorou muito para que Buffy se desse conta de que sua vida realmente mudara e o fardo não seria fácil de carregar: logo na sua primeira grande vitória contra os vampiros, o ginásio de sua escola (Hemery High) acabou em cinzas.

Os problemas acarretados pela filha acabaram resultando no divórcio de Hank e Joyce e, desde então, Buffy tem pouco ou quase nenhum contato com o pai.

Após a separação, Joyce se muda com a filha para Sunnydale (Califórnia), para uma bonita e espaçosa casa na Revello Drive 1630, e Buffy passa a estudar na Sunnydale High, onde conhece seus melhores amigos, Willow e Xander e é apresentada ao seu segundo Guardião, o inglês Rupert Giles. Sua mãe não sabe que ela é uma Caça-Vampiros; Joyce só vem a descobrir mais tarde, quando vê a filha fazer um vampiro virar pó (Becoming 2).

Após o Nível Médio, Buffy frequenta a Universidade de Sunnydale por alguns meses — ela até mesmo se muda para o campus da Universidade, dividindo o quarto 214 do Stevenson Hall com Willow (após sua primeira companheira de quarto se revelar uma demônia). No entanto, Buffy logo é obrigada a voltar para casa quando sua mãe começa a ter problemas de saúde; mais tarde, larga definitivamente a Universidade por não poder conciliar os estudos com o trabalho exaustivo e perigoso de Caça-Vampiros.

Buffy e seus amores

Ainda em Los Angeles, Buffy namora Jeffrey e Pike (Buffy, A Caça-Vampiros — o filme) e se apaixona por Billy Fordham, um garoto mais velho, que não quer nada com ela. Ford acaba morto (após aparecer em Sunnydale querendo vida eterna) por Spike (que o mordeu e o transformou em vampiro)... e por Buffy (que o estaqueou assim que saiu do túmulo)...

Ironicamente, seu primeiro amor acaba sendo um vampiro — Angel — e com ele tem um relacionamento complicado devido aos problemas dele com uma [maldição cigana]; os dois transam, Angel alcança a felicidade completa, perde sua alma e se torna o terrível Angelus. Buffy acaba tendo que mandá-lo para o inferno (segundos depois de Willow ter conseguido devolver sua alma), a fim de salvar o mundo. Meses depois o vampiro retorna (para ele se passaram 100 anos), mas os dois não voltam a namorar e tentam se manter apenas como bons amigos.

Buffy tenta reconstruir sua vida amorosa com [Scott Hope], um colega de escola (que anos depois se revela gay...), mas o relacionamento não vai pra frente, pois Angel acaba retornando à vida de Buffy — contanto que não transem, tudo está bem.

Com o tempo, porém — e a desaprovação de Joyce em ver sua filha namorar alguém tão mais velho e imortal — Angel decide deixar Buffy definitivamente. Após a derrota do [Prefeito],Angel vai para Los Angeles, "para o bem de Buffy", segundo o próprio vampiro.*

*É quando começa a série Angel.

O próximo relacionamento de Buffy dura... uma noite só. Inadvertidamente, Buffy dorme com um colega da Universidade (UC Sunnydale), [Parker Abrams], e no dia seguinte, como ele faz questão de deixar bem claro, ela já está sem namorado de novo.

Até que aparece Riley Finn em sua vida, um belo rapaz, estudante de Psicologia, que parece ser o namorado ideal, um cara normal, humano, sem nenhum problema com sua alma ou em firmar compromissos. Porém, não demora muito para Buffy descobrir que Riley não é assim tão perfeito e ele acaba indo embora.

Quase na mesma época em que Riley deixa Buffy, a mãe dela, Joyce, começa a apresentar sinais de uma doença no cérebro — um tumor — e vem a morrer alguns meses depois (The Body).

No hospital, quando da primeira internação de Joyce, Buffy conhece o médico residente Ben Wilkinson. Ele é um rapaz bonito e educado e logo Buffy sai a caça. Entre uma matança e outra, Buffy continua sonhando em ter um homem comum como namorado e parece que desta vez se daria bem, pois o rapaz se mostra interessado nela também. No entanto, no final das contas, ela desiste, decidindo que é melhor ficar sozinha. Ainda bem, pois o garoto não era bem o que aparentava ser — ou até era, mas tinha o pequeno inconveniente de compartilhar seu corpo com uma deusa infernal...

Buffy fala sobre o amor:

Pode uma relação legal, segura, ser tão intensa? Eu sei que é loucura, mas... parte de mim acredita que o amor verdadeiro e a paixão tem que andar de mãos dadas com a dor e a luta.
 

QUINTA TEMPORADA

Buffy, até então filha única, ganha uma irmã — não que Joyce ou Hank tenham tido outra menina; Dawn aparece como a irmã mais nova que Buffy sempre teve, uma criação dos monges da Ordem de Dagon como meio de esconder a [Chave].

Após enfrentar inúmeros desafios, Buffy Summers acaba morrendo em 2001, aos 20 anos, para tristeza de seus amigos e desespero de Spike. Sua morte é o resultado final da sua confrontação com a poderosa deusa infernal Glory, que queria usar Dawn para abrir as portas do Inferno e voltar para casa. Para parar o caos que se formou quando a Chave (Dawn) foi acionada, Buffy pula do alto de uma torre em um buraco de energia, supostamente indo parar no Inferno (The Gift). 

SEXTA TEMPORADA

Willow e Tara estão morando na casa de Buffy para ficar com Dawn, agora completamente sozinha — mãe e irmã mortas e pai ausente. Spike, Xander e Anya também ajudam a cuidar da menina.

Mas Buffy não fica morta por muito tempo (cento e quarenta e sete dias, pelas contas do apaixonado Spike): Willow — agora uma poderosa bruxa — com a ajuda de Tara, Xander e Anya e o desconhecimento de Giles e Spike, faz um feitiço (magia negra) e trás Buffy dos mortos.

Sem dinheiro — quase todo o seguro da mãe foi usado em contas hospitalares e o que restou acabou no verão em que ela esteve morta — Buffy é obrigada a arrumar um emprego. Primeiro, ela tenta a construção com Xander, fazendo trabalho pesado (um dia); depois, vai ser vendedora da Magic Box (um dia) e finalmente, arranja trabalho numa lanchonete chamada [Doublemeat Palace], onde permanece por algum tempo. 

Voltando esquisita da morte, Buffy consegue se sentir bem só na companhia de Spike; ela até mesmo confessa a ele que estava no Céu e não no Inferno (como todos pensavam) e os amigos a arrancaram de lá (eles só ficam sabendo da verdade bem mais tarde). Buffy e Spike acabam tendo um caso (baseado só em sexo, pelo menos da parte dela) por alguns meses, até que a Caça-Vampiros termina tudo, alegando que estava apenas usando o vampiro.

Os dois permanecem separados e Spike acaba deixando Sunnydale para ir reconquistar sua alma. Enquanto isto, Buffy, Xander, Anya e Giles têm que lidar com o novo Big Bad do pedaço, ninguém menos do que Willow, pois após a morte de Tara ela se perde e passa a se dedicar inteiramente a um único objetivo: matar [Warren,Andrew e Jonathan]. No final, quando Willow está prestes a acabar com o mundo, Xander salva o dia e Buffy — que tinha ficado presa no subterrâneo de um cemitério com Dawn — tem uma epifania e recupera a alegria de viver.

SÉTIMA TEMPORADA

As irmãs, agora vivendo sozinhas na casa da Revello Drive — após a morte de Tara, Willow foi para a Inglaterra — têm um verão tranqüilo; Buffy até arranja um emprego na Sunnydale High (onde Dawn estuda): o Diretor Wood a contrata como Orientadora. Porém, os problemas não demoram muito a aparecer.

Willow retorna da Inglaterra avisando que sentiu que a [Bocado Inferno] irá se abrir novamente e logo Buffy e seus amigos começam a sentir o Mal se aproximando. Buffy encontra um Spike enlouquecido vivendo no porão e, após algumas semanas, o tira de lá e arranja para que ele vá viver com Xander.

Na semana seguinte, durante uma patrulha no cemitério, Buffy tem um encontro inesperado com um ex-colega de escola, Holden Webster, agora vampiro. Webster é psiquiatra e antes de Buffy exterminá-lo, ele faz uma seção de análise com ela. A Caça-Vampiros revela seus problemas de relacionamento, confessando que tratou seu último namorado (Spike) muito mal, que foi um monstro com ele, enquanto que ele realmente a amava. Webster conclui que Buffy tem um complexo de superioridade, o que faz com que ela tenha um complexo de inferioridade ao mesmo tempo. Um pouco antes de virar pó, o vampiro revela que foi transformado por Spike.

Buffy logo descobre que Spike está sendo manipulado por alguma coisa maligna. Ela o leva para sua casa, ele é sequestrado de lá pelos [mensageiros] (não antes de ouvir Buffy dizer que ela acredita nele e que ele é um bom homem) e todos então finalmente ficam sabendo quem é o grande vilão que terão que enfrentar: o [Primeiro Mal].

O Primeiro libera das entranhas da terra um [Turok-Han] usando o sangue de Spike e o monstro quase mata a Caça-Vampiros no primeiro encontro que tem com ela. Ao mesmo tempo, Buffy começa a receber em sua casa Caças-Vampiros em Potencial vindas de todo o mundo. Em seu segundo confronto com o Turok-Han, Buffy o mata em frente a uma platéia ansiosa de futuras Caças-Vampiros, desanimadas que estavam após a morte de uma delas. Buffy então resgata Spike (que estava sendo torturado pelo Ubervamp e pelo Primeiro Mal) e o leva para sua casa, onde o vampiro passa a morar. A Caça-Vampiros não admite, mas ainda sente alguma coisa por ele, agora tratado oficialmente como seu ex-namorado. Ela o ajuda novamente quando o chip implantado em seu cérebro começa a disparar sem motivo, contatando Riley e a [Iniciativa],que retiram o chip segundo uma escolha dela (o chip poderia ter sido consertado).

Quando a batalha final se aproxima, um novo vilão aparece em Sunnydale: Caleb. Para ajudar Buffy, [Faith] chega à cidade. No entanto, a presença desta outra Caça-Vampiros acaba por causar distensão entre os Scoobies, as Potenciais Caças-Vampiros e Buffy e ela é expulsa de sua própria casa. A única pessoa que fica ao seu lado é Spike. Na noite em que passam juntos, o vampiro acaba por devolver a Buffy a confiança perdida e ela consegue encontrar uma arma bastante poderosa que Caleb estava tentando esconder dela: a [Foice],com a qual ela mata o próprio Caleb.

Ao encontrar Spike pela primeira vez, após a noite em que passaram juntos, Buffy pergunta se aquilo significou alguma coisa para ele, ao que ele responde ter sido "a melhor noite de sua vida e que está aterrorizado." Buffy diz a Spike que ele não precisa estar "aterrorizado" que ela estava lá com ele e que, quem sabe, depois que tudo (a batalha contra o Mal) estiver terminado "eles possam..." continuar com o relacionamento, quem sabe?

O próximo passo é enfrentar o Primeiro Mal e o exército de Turok-Hans que ele está criando na Boca do Inferno e para isto ela conta com uma ajuda inesperada: Angel. O vampiro com alma chega de Los Angeles trazendo um [amuleto] que deve ser usado por alguém com alma e super-força e se oferece para a tarefa, mas Buffy dispensa sua ajuda. Quando Angel percebe o cheiro de Spike em Buffy, ela não nega sua relação com o outro vampiro com alma e diz que Spike está em seu coração; acrescentando que é "massa de biscoito" e que precisa "assar", diz que não está pronta para se comprometer. Assim que Angel vai embora, Buffy procura Spike, lhe entrega o amuleto — escolhendo-o como seu Campeão — e passa a noite com ele, bem como a noite seguinte — a última antes da grande batalha.

Buffy decide abrir o [Selode Danzalthar] e por um fim na Boca do Inferno definitivamente. Ela, Faith, Spike e as Caças-Vampiros em Potencial estão enfrentando milhares de Turok-Hans, quando um poderoso feitiço, combinado previamente com Willow, transforma todas as Potenciais em [Caças-Vampiros]. Mesmo assim, elas estão perdendo a batalha e Buffy acaba ferida mortalmente, aparentemente, por um Turok Han. O Primeiro Mal aparece para ela (na forma de Buffy), mas a verdadeira Caça-Vampiros desta vez o manda "sair da sua frente" — e ele se vai definitivamente. Milagrosamente, recuperada, Buffy volta à luta, que parece perdida, até que o amuleto usado por Spike começa a emitir uma luz muito poderosa, que incinera todos os vampiros e faz com que a imensa caverna que é a Boca do Inferno comece a desmoronar. Buffy implora a Spike que deixe o lugar com ela, mas o vampiro se recusa, dizendo que vai ficar para fazer "a limpeza". A Caça-Vampiros então diz a ele que o ama e então, para salvar sua própria vida, deixa o lugar.

Tudo está desmoronando — a Boca do Inferno, a escola, Sunnydale. Buffy escapa por pouco, conseguindo pular sobre o ônibus escolar onde estão seus aliados, numa fuga desesperada.

Em frente a cratera onde antes era Sunnydale, Buffy diz a Giles que foi Spike quem causou tudo aquilo (e, portanto, salvou o mundo). Faith comenta que agora ela não é mais a única Caça-Vampiros e Dawn pergunta o que a irmã pretende fazer dali em diante. Buffy não diz nada, apenas sorri.*

*Curiosidade: As últimas palavras de Buffy na série foram: "Eu amo você." "Spike."

Em seguida à destruição de Sunnydale, Buffy vai com Dawn, Xander, Willow, Kennedy, Giles, Faith e Andrew para a Europa.


SUA HISTÓRIA CONTINUA EM BUFFY EM QUADRINHOS
  [LEIA AQUI]


Angel/Angelus/Liam - Consultar [Personagens Angel]


Anya Christina Emmanuella Jenkins/Anyanka/Aud - Quando morreu (em forma humana), tinha mais de 1000 anos, era o único ser vivo que sobreviveu a uma Ascenção e morria de medo de coelhinhos.

Aud (o verdadeiro, ou pelo menos, primeiro nome de Anya) vivia com o marido Olaf na pequena vila de Sjornjost (Europa) e criava coelhos em sua cabana. Já naquela época, Aud era considerada uma pessoa "esquisita" pelos moradores da vila, por sua sinceridade extrema e muitas vezes incoveniente. Quando Olaf a traiu com a matrona de bar Rannveig, no ano de 880, Aud lançou um feitiço chamado Esperança de Thornton/Eelsbane e o transformou em um trol. Por causa disto, D'Hoffryn lhe ofereceu o "emprego" de [Demôniada Vingança] e Aud passou a ser chamar Anyanka — Santa Padroeira das Mulheres Traídas.

Anya e Olaf se reencontraram em 2001, quando Willow, acidentalmente, o libertou de um cristal, onde ele havia sido preso por bruxas séculos antes. No final — após destruir o The Bronze e fazer uma quebradeira na Magic Box — o pobre Olaf acabou sendo mandado por Wilow para uma dimensão desconhecida (Triangle).

Anyanka apareceu pela primeira vez na série Buffy, A Caça-Vampiros para realizar um desejo de Cordelia, que estava magoada com Xander por ele tê-la traído com Willow (The Wish). As coisas não saem muito bem para Anyanka no final das contas; Giles acaba destruindo o colar que concentra o poder de Anyanka e ela acaba ficando presa em nosso mundo, e o que é pior, volta a ser humana e acaba se apaixonando por Xander. Adota então o nome de Anya e passa a fazer parte da [Gangue do Scooby], ajudando-os na luta contra o mal e fornecendo importante informação sobre demônios. Além disto, Anya é contratada por Giles para trabalhar com ele na Magic Box e ela logo mostra seu talento para cuidar do dinheiro. Ela acaba sócia de Giles e, quando ele volta para a Inglaterra (após a morte de Buffy), fica responsável pela loja.

Xander a pede em casamento pouco antes do grande confronto com Glory, a deusa infernal, e que, provavelmente, acabaria resultando no fim do mundo (The Gift). Como o mundo não acaba, a cerimônia é marcada, mas no dia Xander abandona a noiva no altar (Hell's Bells), com medo das responsabilidades da vida adulta. Aceitando uma proposta de seu ex-chefe D'Hoffryn, Anya volta a ser um Demônio da Vingança; mesmo assim, ela continua ajudar Buffy, Xander e Giles a lutar contra a Dark Willow (Villains, Two to Go e Grave). Antes disto, desolada por ter sido abandonada por Xander, acaba se embebedando junto com Spike e transando com ele na Magic Box (Entropy).

Passado o perigo, Anyanka volta a se dedicar ao seu trabalho de Demônio da Vingança. No entanto, ela já não é mais a mesma, e as tarefas que realiza já não lhe trazem mais tanto prazer. Após realizar um desejo de uma garota humilhada por rapazes de uma fraternidade da Universidade de Sunnydale — cujos corações foram arrancados por uma aranha gigante — Anyanka se sente muito mal com o resultado. Quando fica sabendo que as atividades de Anyanka estão causando vítimas, Buffy decide que tem que matá-la, para horror de Xander. Ele afirma que ainda ama Anya e implora que ela seja poupada, mas Buffy, que se intitula "A Lei", não se comove. Buffy e Anya tem um confronto, mas antes que alguém acabe morrendo, D'Hoffryn (chamado por Willow, através do talismã que ele lhe deu em Something Blue) aparece e aceita desfazer as mortes em troca "da vida e da alma de um demônio da vingança". Anya aceita a barganha, mas para sua surpresa, não é a sua própria vida que é tirada, mas sim a de sua amiga e também demônio da vingança Halfrek. Os rapazes voltam a viver e Anyanka volta a ser humana mais uma vez (Selfless).

Anya
morreCom a volta do [Primeiro Mal] e D'Hoffryn mandando demônios para matá-la a toda hora (apesar de ter prometido o contrário), Anya deixa seu apartamento e passa a morar na casa de Buffy. A ex-demônio, aparentemente tendo boas lembranças da transa com Spike, não perde a oportunidade de dar em cima do pobre vampiro, que só tem olhos para Buffy. Da primeira vez, quando Xander lhe dá a tarefa de vigiar Spike em sua casa, ela exagera no cuidado e entra no quarto dele para vasculhar suas coisas; pega em flagrante pelo vampiro, ela diz que está no quarto porque quer sexo (Sleeper). Na segunda vez, Spike a convida para irem a um bar — só pela companhia — e Anya fica entusiamada, pensando que o convite pode significar um encontro. No entanto, Spike deixa claro de que não se trata disto (Get it Done).

Anya e Xander apesar de nunca mais reatarem o namoro, transam por duas vezes, aparentemente só para chegarem a conclusão que não há mais nada entre eles (Storyteller e Touched). Na batalha final contra o Primeiro Mal, na Boca do Inferno, Anya morre, assassinada por um mensageiro, após salvar a vida de Andrew (Chosen).


Cordelia Chase/Cordy - Consultar [Personagens Angel]


Dawn Summers - No início a menina era uma energia verde de milhares de anos, que abria as portas das várias dimensões existentes — e por isto era chamada ["A Chave"] — e que foi feita (usando o sangue de Buffy) humana pelos monges da [Ordemde Dagon] e mandada para a Caça-Vampiros protegê-la da deusa infernal Glory, criando uma memória para que todos acreditassem conhecer Dawn desde seu nascimento — como irmãzinha de Buffy. Buffy acaba descobrindo, através de um dos monges, o que Dawn realmente era, mas então os laços com a menina já eram fortes e para Buffy Dawn já era verdadeiramente sua irmã de sangue. Dawn descobre sobre sua origem quando, ajudada por Spike, lê o diário de Giles, onde a história dos monges estava escrita em detalhes. É por Dawn que Buffy se sacrifica e pula para a morte (The Gift), para que o portal aberto pelo sangue de Dawn se feche e o nosso mundo seja salvo do caos.

Após Buffy voltar à vida, as coisas voltam ao normal (para os padrões de Sunnydale, é claro) e logo, na noite de Halloween, Dawn está dando seu primeiro beijo; o problema, é o escolhido — um... vampiro, o que deixa Buffy horrorizada. Esta tenta então empurrar a responsabilidade de aconselhar Dawn para Giles (All the Way), mas este pula fora, voltando para sua terra natal, Londres.

Com Buffy muito envolta com seus problemas existenciais, Dawn sente-se negligenciada e começa a furtar roupas, produtos de maquiagem, bijuterias. O fato só é descoberto por acaso, quando Anya vai ao quarto da garota e acha uma caixinha cheia de bijuterias ainda com as etiquetas das lojas, fazendo com que Buffy finalmente se dê conta do que está acontecendo e prometa se dedicar mais a irmã caçula (Older and Far Away). Não é bem o que acontece — ao mesmo tempo que super-protege a irmã, dizendo que ela não pode de maneira alguma se involver em assuntos referentes a vampiros, Buffy continua afastada de Dawn. 

Apenas quando mais uma vez o fim do mundo parece que se aproxima (desta vez por causa de Willow), Buffy aceita a ajuda de Dawn para exterminar as criaturas tumulares que as estão atacando (e Dawn se mostra hábil com a espada), chegando à conclusão de que já é hora de "mostrar o mundo para a irmã, ao invés de protegê-la dele" (Grave).

Passada a tempestade, vem a bonança. A Sunnydale High é reinaugurada e Dawn passa a frequentá-la (Lessons). A paz, no entanto, não dura muito e um novo inimigo surge — o Primeiro Mal. Dawn se torna uma grande ajuda para a Gangue do Scooby; ao enfrentar a manifestação do Primeiro, sozinha em casa, ela demonstra entender de magia (Conversations With Dead People) bem como, de repente, é capaz de traduzir textos escritos em línguas exóticas, como o sumeriano (GetIt Done) e o turco (Touched). 

Durante a batalha contra o Primeiro, Dawn também tem a oportunidade de revelar um lado seu nada bonito: ela trai sua irmã Buffy quando esta é expulsa de sua própria casa para ser substituída por Faith na liderança da luta contra o Mal (Empty Places)

Quando Buffy retoma seu posto (e toda a traição é deixada para trás), ela pede que Xander leve a irmã para longe de Sunnydale a fim de protegê-la, mas Dawn dá um jeito de imobilizá-lo e dirige de volta para a cidade (End of Days).*

*É quando está com Xander que Dawn confessa um "crime": foi ela quem, sem querer, matou Miss Kitty Fantastico, a gata de Willow e Tara — a menina acertou o pobre animal quando, desajeitadamente, manuseou uma besta que estava largada pela casa.

Na batalha final contra os Turok-Hans na Boca do Inferno, Dawn (ao lado de Xander) luta bravamente e sobrevive (Chosen).

Após a destruição de Sunnydale, Dawn vai com Buffy, Willow, Kennedy, Giles, Xander, Faith e Andrew para a Europa.

SUA HISTÓRIA CONTINUA EM BUFFY EM QUADRINHOS  [LEIA AQUI]


Giles (Rupert) - Guardião de Buffy, nasceu na Inglaterra. Por muitos anos, trabalhou na biblioteca da Sunnydale High. Também foi um dos donos da Magic Shop. Teve sua namorada Jenny Calendar assassinada por Angelus. Entrou para a Academia de Guardiões aos 10 anos e quando chegou na adolescência, revoltou-se e abandonou tudo para se dedicar a uma banda de punk rock, usando o nome de Ripper. Além disso, começou a mexer com magia negra, junto com seu melhor amigo Ethan Rayne. Quando um de seus amigos morreu após o grupo convocar o demônio Eyghon, Giles deixou de ser Ripper e voltou para a Academia.

Figura paterna para Buffy, já que seu verdadeiro pai sempre foi ausente, acabou traindo a Caça-Vampiros duas vezes: a primeira, quando "encomendou" para Wood a morte de Spike (já com alma), contra a vontade - e os sentimentos - da Caça-Vampiros (Lies My Parents Told Me) e depois, quando, junto com Willow, Xander e Dawn, contestou a autoridade de Buffy em favor de Faith (Touched). A relação dos dois nunca mais voltou a ser a mesma. Giles sobreviveu à batalha na Boca do Inferno (Chosen) e foi para a Europa com Buffy; no entanto, enquanto Buffy foi para a Escócia, Giles passou a trabalhar com Faith em Londres.

SUA HISTÓRIA CONTINUA EM BUFFY EM QUADRINHOS  [LEIA AQUI]
SUA HISTÓRIA CONTINUA EM ANGEL & FAITH   [LEIA AQUI]


Oz (Daniel Osbourne) - Estudante da Sunnydale High, Oz foi o primeiro namorado de Willow. Lobisomen (foi mordido por um primo), deixou Sunnydale e Willow para voltar algum tempo depois, alegando que, tomando umas ervas, era capaz de controlar sua transformação. No entanto, ao saber que a ex-namorada estava apaixonada por Tara, não conseguiu e, como lobisomem, quase matou a namorada de Willow. Então, deixou Sunnydale definitivamente, convencido que não tinha controle sobre sua transformação com Willow por perto. Oz era músico e fazia parte da banda [DingoesAte My Baby], que costumava se apresentar no [Bronze].


Riley Finn - Ex-soldado de uma organização governamental que caçava demônios e vampiros, a [Iniciativa].Apresentou-se a Buffy, inicialmente, como estudante de Psicologia na UC Sunnydale e assistente da Professora [Maggie Walsh]. Nasceu e foi criado em Iowa e, no campus, morava na Lowell House.

Riley e Buffy começam a namorar sem saber da identidade secreta um do outro; de fato, Riley nem mesmo sabia da existência das Caça-Vampiros. A descoberta acontece quando o casal está, separadamente, lutando contra os Gentleman — Riley vê que sua garota é bem mais forte e ágil que uma pessoa normal e Buffy presencia o namorado armado até os dentes, acompanhado de uma tropa da Iniciativa (Hush).

Após as coisas se acalmarem, Riley apresenta Buffy para a Iniciativa. No começo, tudo vai bem, até a Caça-Vampiros começa a "incomodar" a organização com perguntas demais. Então, Maggie Walsh (comandante da Iniciativa) conduz Buffy a uma armadilha que deve resultar em sua morte. Fiel soldado e grande admirador de Walsh, Riley fica chocado quando descobre o plano dela para assassinar Buffy.

Ainda assim, ele não abandona a Iniciativa. Quando [Adam] o fere, ele acaba sendo levado pela organização para ser tratado, o que não agrada Buffy. Mais tarde, a Iniciativa acaba capturando o lobisomem Oz (ex-namorado de Willow) e Riley, junto com Buffy, tenta libertá-lo. Os três fogem e ele se torna um desertor.

Riley retorna às instalações da Iniciativa quando Adam ativa o chip que havia sido implantado em seu peito por Walsh (sem ele saber); controlado pelo monstro, ele deve lutar contra Buffy. No entanto, Riley consegue arrancar o chip de seu peito com sua própria mão e acaba ajudando Buffy durante a batalha.

O namoro continua, mas não sem problemas. Riley não aceita muito bem que sua namorada seja mais forte do que ele; o que segura a relação é o fato de que o chip que ele tinha no peito acabou causado um excesso de carga adrenal que o faz mais forte e incapaz de sentir dor; o problema é que seu coração (com um batimento contínuo de 150) não vai agüentar muito tempo mais tal esforço, colocando a vida de Riley em perigo. Preocupada, Buffy entra em contato com a Iniciativa — que oficialmente não existe mais — usando o telefone (grampeado) do dormitório do namorado e logo [Graham] aparece na Universidade para ajudar Riley. Este foge e permanece escondido, até que a Caça-Vampiros o reencontra e o convence a procurar o médico da organização a fim de se submeter a uma cirurgia corretivam — que é bem sucedida.

Se sentindo cada vez mais inferior à namorada e mantido isolado por ela (que não lhe confidencia seus segredos, como o fato de Dawn ser a Chave ou mesmo avisá-lo que sua mãe está no hospital se submetendo a exames — ele fica sabendo por Spike), Riley entra em depressão e começa a procurar um jeito pouco ortodoxo de aliviar a tensão — se deixa morder regularmente por vampiras-prostitutas, que em troca de dinheiro sugam o sangue do cliente.

Spike, cheio de segundas intenções, é quem revela a Buffy o que o namorado anda aprontando, fazendo com que o casal brigue. Riley então decide retornar ao exército e ir para Belize (capital de Honduras, na América Central) em uma missão se Buffy não pedir para que ele fique — o que ela não faz. No entanto, a Caça-Vampiros muda de ideia e vai atrás dele, mas muito tarde: quando ela o alcaça, o helicóptero que leva Riley já levantou vôo.

Riley volta a Sunnydale em 2002, a trabalho — acompanhado da mulher e parceira Sam — e pega Buffy e Spike dormindo juntos, na cripta do vampiro. Após o sucesso da missão, Riley (com a mulher) vai embora, deixando Buffy meio chateada com o sucesso da nova relação do ex-namorado (As You Were).

SUA HISTÓRIA CONTINUA NA OITAVA TEMPORADA DE BUFFY E NA DÉCIMA TEMPORADA DE ANGEL & FAITH  [LEIA AQUI]


Spike - Após ter se tornado vampiro, o doce poeta [William] toma o nome de Spike, e, com sua amada [Drusilla] junta-se aos cruéis vampiros [Darla] e Angelus — e é este último que revela a Spike a existência das Caça-Vampiros. Ao contrário de todos os vampiros, para quem a menção desta palavra já é o bastante para causar medo, Spike fica obcecado com a ideia de encontrar a Caça-Vampiros e matá-la. Ele consegue seu intento pela primeira vez em 1900, na China, durante a Revolução dos Boxers, e em 1977 mata a Caça-Vampiros [Nikki] no metrô de Nova Iorque — e fica com o casaco de couro dela, que se torna sua marca registrada.

Spike e Drusilla chegam a Sunnydale em 1997 e se instalam numa fábrica abandonada; ele tenta matar Buffy, mas falha. A fim de restaurar a saúde de Dru (que ficou muito fraca depois de ter sido perseguida por uma turba em Praga), Spike descobre que é preciso usar o vampiro que a transformou — Angel — num ritual que acabará provocando sua morte. Buffy consegue salvar o namorado, mas mesmo assim o ritual funciona e Drusilla recupera suas forças. No entanto, Spike acaba seriamente ferido, depois que um órgão de igreja cai sobre ele.

Numa cadeira de rodas, Spike vê Angelus retornar (Angel acabou de perder sua alma) e dar em cima de sua amada Drusilla. Angelus mata a namorada de Giles, Jenny Calendar, e o bibliotecário, procurando vingança, acaba botando fogo na fábrica onde os vampiros estavam morando. Angelus então encontra uma mansão abandonada na rua Crawford e os três se mudam para lá, onde Angelus continua humilhando Spike. Dru e Angelus, em mais um plano para destruir o mundo, trazem de volta o demônio [Acathla];Spike, já podendo andar, esconde isto dos dois, procura Buffy e propõe uma trégua. O vampiro, além de querer sua Dru de volta, não quer que o mundo acabe, pois gosta muite dele. Buffy aceita a trégua; em troca, Spike e Drusilla têm que deixar Sunnydale para sempre.

Entretanto, depois de algum tempo, Drusilla trai Spike com o Demônio do Caos — ele fica totalmente desesperado quando flagra Dru com o tal demônio num lugar que deveria ser o Brasil, mas em cuja cena se lê numa placa "cerveza" e "fiesta" (porque nós falamos espanhol, é claro)... e mais desesperado ainda ele fica quando ela sugere que eles continuem "amigos".

A dor de amor faz com o que o vampiro volte a Sunnydale e, depois de matar a dona da [Magic Box], sequestre Willow a fim de forçá-la a fazer um feitiço de amor para ele reconquistar Dru. Enquanto a poção não sai, ele bebe e chora nos ombros de uma apavorada Willow, entre uma ameaça de morte e outra, se a bruxa não acertar a receita. No final das contas, ele conclui que não é com uma poção de amor que vai reconquistar sua amada e sim sendo o homem que ela sempre amou — violento e mau e deixa novamente Sunnydale (Lover's Walk).

Contudo, parece que o pobre Spike não consegue voltar a ser tão violento e mau quanto Dru gostaria e ela acaba dando o fora nele novamente, desta vez o trocando por um demônio do fungo. Spike então retorna a Sunnydale — com conseqüências trágicas para ele: acaba sendo capturado por uma organização governamental chamada [A Iniciativa] e tem um chip implantado em seu cérebro. Causando uma insuportável dor de cabeça quando ele tenta atacar um humano (seja para morder, ou até mesmo um simples tapa), o tal chip torna Spike um vampiro "neutralizado", inofensivo. Ele então procura Buffy e pede proteção em troca de informação sobre a Iniciativa. Buffy, relutante, aceita o acordo (The Initiative).

O vampiro passa então a morar um tempo na casa de Giles, onde, inicialmente, ele é acorrentado na banheira, pois os Scoobies ainda não estão totalmente convencidos de que ele está inofensivo, e é alimentado com sangue de porco. Mais tarde, Giles passa o fardo para Xander e Spike vai morar com o garoto e Anya no porão da casa dos pais dele — e, apesar de não poder morder mais, o vampiro ainda tem um poder sem limites de chatear todo eles. Quando Spike descobre que o chip não o impede de atacar outros vampiros, monstros e demônios, ele deixa a casa de Xander e vai morar numa cripta em um dos cemitérios de Sunnydale (e na mudança, aproveita para levar consigo algumas coisas de Xander). Spike continua ajudando a Gangue do Scooby em troca de dinheiro e/ou outros favores, mas com o passar do tempo, ele passa a ajudá-los por opção, até mesmo após a morte de Buffy, protegendo principalmente a irmã caçula da Caça-Vampiros, Dawn.

Após inúmeras lutas, brigas, discussões e alianças forçadas entre Spike e Buffy, o vampiro acaba por se apaixonar loucamente pela Caça-Vampiros. Passando por uma mudança de personalidade (primeiro por causa do chip e depois por causa do amor), Spike lentamente deixa de ser o brutal assassino do passado para transformar-se num rapaz apaixonado, como qualquer mortal. E começa a assediar Buffy sempre que pode, com a esperança de um dia ganhar seu amor. Quando ele está desistindo (em Once More, With Feeling ele canta "deixe-me descansar em paz"), Buffy o beija, iniciando uma relação complicada entre os dois, que faz Spike sofrer muito. Buffy, apesar de transar com o vampiro, não se cansa em dizer que ele é "uma coisa ruim e sem alma." É por amor a ela que um dia Spike parte para a África (Seeing Red), passa por difíceis testes numa caverna escura e consegue sua alma de volta (Grave).

Após alguns meses (o verão de 2002 do hemisfério Norte), Buffy encontra Spike no porão da recém-inaugurada Sunnydale High; o vampiro está diferente (seus cabelos estão mais compridos, raízes escuras aparecendo) e completamente perturbado, falando coisas sem nexo que deixam Buffy sem saber o que fazer. Ela nota que Spike tem ferimentos em seu peito e, preocupada, pergunta a ele o que "ele fez"; Spike diz que "tentou cortar fora" (Lessons).

Uma semana depois do encontro no porão, Spike aparece na casa de Buffy completamente são e se oferece para ajudar no caso de Nancy, a garota que teve seu namorado transformado em minhoca gigante por Anyanka. Buffy o recebe bem e aceita sua ajuda; no entanto, após ferir um ser humano — justamente na hora em que Spike ataca o verme gigante, este se transforma de volta em homem — ele perde novamente a razão e começa a dizer coisas incompreensíveis. Spike então se retira e vai se refugiar em uma pequena igreja, em um dos cemitérios de Sunnydale. Buffy vai atrás dele e o vampiro acaba revelando que foi atrás de sua alma "por ela, para ser dela." Exausto, ele se abraça a uma cruz e, enqunto sua pele queima, ele pergunta "Podemos descansar agora, Buffy?" (Beneath You).

Após algumas semanas, Buffy percebe que permanecer no porão da escola está fazendo muito mal a Spike e o leva para a casa de Xander, onde ele passa a ocupar um armário-quarto (Him).

Não demora muito para que surjam as suspeitas de que Spike estaria matando novamente, após Buffy ter tido contato com um vampiro (Holden Webster, que estudou com ela) que alegou ter sido gerado por Spike (Conversations With Dead People).

A Caça-Vampiros e Spike não demoram a descobrir que ele, sob o controle de alguma coisa maligna, gerou muitos vampiros sem saber — acionado por um [gatilho].Desesperado, Spike pede ajuda a Buffy e ela o leva para sua casa (Sleeper).

De lá, Spike é sequestrado pelos [mensageiros] a mando do [Primeiro Mal]. Seu sangue é usado para abrir o [Selo de Danzalthar] e liberar um [Turok-Han] (Bring On The Night).

Spike é mantido prisioneiro numa caverna, sendo torturado pelo Turok-Han sem piedade, sob o comando do Primeiro Mal na forma de Drusilla — ele quer que o vampiro se junte a ele em seu plano maligno, mas Spike resiste bravamente. Finalmente, Buffy, após matar o Turok-Han, aparece para resgatá-lo (Showtime).

Buffy leva Spike para sua casa, onde ele passa a morar (dormindo no porão). Junto com Buffy, ele treina as [Caças-Vampirosem Potencial] que começam a lotar a casa das Summers (Potential).

O sossego do pobre vampiro, no entanto, não dura muito — logo ele começa a sentir dores de cabeça horríveis, porque o seu [chip] está disparando sem controle. Buffy consegue contatar Riley Finn e a [Iniciativa] e o chip, ao invés de ser consertado, é retirado do cérebro de Spike, segundo a escolha da Caça-Vampiros (The Killer in Me).

Giles não gosta nem um pouco de saber que Buffy decidiu pela retirada do chip, mas a Caça-Vampiros diz ao seu ex-Guardião que confia em Spike, que ele agora é um bom homem e que não se pode combater o Mal fazendo o mal. Spike fica arrasado quando Buffy aceita um convite do Diretor [Robin Wood] para jantar fora e, por ironia do destino, acaba por ter que interromper o encontro, pois Xander está correndo perigo nas mãos de uma demônia; durante a luta, o vampiro se machuca e Buffy se preocupa com ele. Mais tarde, O Primeiro Mal aparece para Wood na forma de sua mãe (a Caça-Vampiros Nikki) e revela que ela foi morta por Spike (First Date).

Spike, após ouvir de Buffy que ele — desde que recebeu sua alma de volta — não é mais tão bom lutador, vai até o porão da Sunnydale High e lá recupera seu [casacode couro]; a peça de vestuário lhe devolve a segurança e a atitude bad boy e ele facilmente derrota o demônio que lhe havia dado uma surra poucas horas antes na casa e Buffy. Além disto, ele volta a fumar (Get It Done).

Giles volta de viagem razendo para Sunnydale uma pedra mística chamada Procaryote que, segundo ele, vai livrar Spike do domínio do Primeiro Mal. Com a ajuda de magia, a pedra, transformada em uma espécie de minhoca, entra no cérebro de Spike e o faz reviver um momento traumático em sua vida — o dia em que transformou, por amor, sua idosa e doente mãe em vampiro, para que os dois passassem a eternidade juntos. No entanto, ao fazer isto, Spike na verdade matou sua bondosa mãe e liberou um demônio cruel, que o atacou, falando coisas horríveis para o filho, além de querer ter relacões incestuosas com ele; chocado, Spike acabou estaqueando a velha senhora.

Enquanto este drama vem a tona, Robin Wood aproveita para tentar vingar a morte de sua mãe, a Caça-Vampiros Nikki, morta por Spike em 1977, no metrô de Nova Iorque. O Diretor leva o vampiro para sua garagem (cujas paredes estão cobertas por cruzes), enquanto Giles inventa uma desculpa (uma seção de treinamento no cemitério) para Buffy a fim de mantê-la longe do vampiro.

Enquanto luta com Wood (que usa a música-gatilho Early One Morning para "ativar" o vampiro assassino), Spike percebe que o que ele ouviu sua "mãe" dizer eram na verdade palavras proferidas pelo "demônio" que ele próprio havia criado e finalmente se dá conta de que era amado por sua mãe, ao contrário do que pensou durante muitos anos. Libertado do trauma, ele agradece a Wood pela "cura" e avisa o Diretor que vai matá-lo por livre e espontânea vontade.

Quando Buffy percebe que Giles está segurando-a e que Spike está em perigo, ela corre em desespero até a casa de Wood, onde encontra Spike deixando a garagem — e o Diretor ainda vivo. Spike explica que o deixou viver porque ele havia matado sua mãe; mas basta Wood olhar para ele de modo estranho, que ele o mata. Buffy diz a Wood que não quer saber de vendettas e que permitirá que Spike o mate, se assim ele o desejar (Lies My Parents Told Me).

Mais tarde, quando Buffy é expulsa de sua própria casa por seus amigos e sua irmã (Empty Places), Spike é a única pessoa que fica ao lado dela. Na noite em que os dois passam juntos, o vampiro diz à Caça-Vampiros que, conhecendo tanto o melhor quanto o pior dela, ele pode afirmar que Buffy é uma mulher maravilhosa, fazendo com que ela, que estava arrasada, recupere sua força de vontade e consiga encontrar a arma poderosa que Caleb estava tentando esconder: a [Foice] (Touched).

Aproximando-se o dia da batalha final contra o Mal, Buffy mostra novamente sua confiança no vampiro quando entrega a ele o [amuleto] que Angel havia trazido de Los Angeles, escolhendo-o como seu Campeão. Spike prova seu valor definitivamente quando, na batalha contra os Turok-Hans na Boca do Inferno, se sacrifica para salvar o mundo, morrendo como herói (Chosen).

Eu sempre soube que iria morrer lutando
Spike em The Gift

Porém...

SUA HISTÓRIA CONTINUA EM ANGEL  [LEIA AQUI]
SUA HISTÓRIA CONTINUA EM ANGEL: AFTER THE FALL
  [LEIA AQUI]
SUA HISTÓRIA CONTINUA EM BUFFY EM QUADRINHOS   [LEIA AQUI]
SUA HISTÓRIA CONTINUA EM ANGEL & FAITH - NONA TEMPORADA   [LEIA AQUI]


Tara Maclay - Tal qual Willow, Tara era uma bruxa. As duas se conheceram participando de um grupo, na Universidade, de praticantes da [Wicca] e quando se deram conta, estavam apaixonadas. Tara nasceu no dia 16 de novembro de 1980 e foi assassinada em 7 de maio de 2002.

No início do namoro com Willow, Tara se sentia um pouco isolada pelos Scoobies até que um dia sua família — o pai, o irmão e a prima Beth — aparecem em Sunnydale no dia do aniversário dela para levá-la embora (Family). Segundo eles, ao completar 20 anos, Tara se transformaria num demônio, assim como tinha acontecido com sua mãe. Garota tímida e insegura, Tara realiza então um feitiço que faz com que os Scoobies não possam enxergar a "parte demoníaca" dela. O problema é que Glory, a Deusa infernal que está atrás da Chave (Dawn), manda demônios Lei-Ach matarem a Caça-Vampiros e, quando eles a atacam na Magic Box, Buffy não consegue vê-los por causa do feitiço lançado por Tara. Spike aparece para ajudar, mas Buffy também não o vê. Buffy, Dawn, Giles, Willow, Xander e Anya estão em perigo, quando Tara chega na loja e percebe o que está acontecendo; ela desfaz o feitiço e os demônios são derrotados. Logo em seguida chegam os familiares de Tara e querem levá-la embora à força, dizendo que ela é perigosa. Eles contam sobre a lenda familiar e Spike, para provar que de demônio Tara não tem nada, dá um soco no rosto dela — e sente dor, pois o chip que não o deixa agredir humanos foi ativado. Mesmo assim, o pai quer levá-la, mas todos (exceto Spike, é claro) dizem que são a verdadeira família de Tara e que não a deixarão partir. O pai, o irmão e a prima vão embora, derrotados.

Na luta contra Glory, Tara, tal qual Spike, acaba sendo confundida com a Chave e tem seu cérebro sugado pela deusa. Ela fica mentalmente incapacitada e Willow toma a responsabilidade de cuidar da garota. Na batalha final contra Glory, Willow consegue recuperar a mente de Tara e ela volta ao normal.

Após a morte de Buffy (The Gift), Tara e Willow vão morar na casa de Caça-Vampiros para cuidarem de Dawn (antes, elas dividiam um quarto no Stevenson Hall, no campus da Universidade — lá, elas até tinham uma gatinha chamada Kitty Fantastico). Tara, junto com Willow, Xander e Anya, está presente às reuniões onde é decidido que Buffy será trazida de volta — todos acreditam que Buffy está no Inferno (mas ela está no Céu) e que precisa ser resgatada o quanto antes de lá — e também participa do ritual no túmulo da Caça-Vampiros (Bargaining).

Quando Buffy descobre que Spike, apesar do chip, pode agredi-la, ela pede a Tara para rever o feitiço que a ressuscitou, para ver se não há nada de errado com ela. Tara atende o pedido e diz a Buffy que o que aconteceu foi que ela voltou como que com "um leve bronzeado", nada grave. É então que Buffy desabafa e conta sobre seu relacionamento secreto com Spike; a bruxinha é compreensiva e não vê nenhum problema no relacionamento, pois acredita que Spike verdadeiramente ame a Caça-Vampiros (Dead Things).

Após ter ressuscitado Buffy, Willow começa a abusar da magia, o que aborrece a namorada. A gota d'água é quando Willow usa um feitiço para que Tara esqueça de uma briga entre as duas e Buffy esqueça que esteve no Céu e as coisas saem erradas — não só Tara e Buffy perdem toda a memória, mas também Giles, Dawn, Xander, Anya e Spike, além da própria Willow (Tabula Rasa). Tara rompe com Willow e volta a morar no campus da Universidade onde estuda.

Não demora muito, as duas fazem as pazes e Tara retorna para a casa de Buffy. A felicidade dela e de Willow, no entanto, é curta: Warren, na tentativa de matar Buffy, acerta um tiro no coração de Tara, que morre nos braços da namorada (Seeing Red). Willow convoca Osíris e exige que Tara seja trazida de volta (assim como fez com Buffy). Osíris, porém, diz que é impossível, pois Tara teve uma morte não-sobrenatural. Willow fica desesperada — dando lugar a Dark Willow, que parte para a vingança contra o Trio formado por Warren, Andrew e Jonathan.

Willow Rosenberg - De família judia, Willow foi a primeira amiga de Buffy quando esta chegou a Sunnydale, em 1997. Garota tímida e inteligente, expert em computadores, no início da adolescência Will era apaixonada pelo amigo de infância Alexander Harris, o Xander, o que a fazia sofrer, pois ele só tinha olhos para Buffy. Além de sua paixão por computação, Willow também tinha como interesse a magia.

Willow, quando vê que não terá nenhuma chance com Xander (que está namorando Cordelia), começa a se interessar pelo músico, colega de escola e lobisomen Daniel Osbourne, o Oz, e por ele acaba se apaixonando. No entanto, passado algum tempo, Xander e Willow começam a se sentir atraídos um pelo outro e acabam sendo pegos em flagrante por Oz e Cordelia num beijo apaixonado. Oz deixa a bruxinha e ela fica arrasada. Passada a mágoa, eles voltam a namorar, até que Oz vai embora de Sunnydale por achar que não tem sob controle seu lado animal (após se envolver com a lobisomen Veruca, ele acaba por matá-la), deixando Willow mais uma vez arrasada. Para por fim em sua dor, ela faz um feitiço que acaba fazendo com que Buffy e Spike virem felizes noivinhos...

Após terminar o Nível Médio, Willow sai da casa dos pais e vai morar no campus da universidade de Sunnydale (UC Sunnydale), dividindo o quarto 214 do Stevenson Hall com Buffy.

Após alguns meses, Oz volta à cidade, pois acha que algumas ervas o mantém sob controle. Ele encontra sua ex-namorada começando um relacionamento com uma garota (Tara), fica enciumado e acaba virando lobisomen mesmo usando as tais ervas; então vai embora para nunca mais voltar.

Willow havia conhecido Tara, também estudante, em um grupo de praticantes da [Wicca] na Universidade. O namoro com Tara acaba virando coisa séria e as duas passam a dividir o quarto no campus. Após a morte de Buffy, Will e Tara se mudam para a casa da Caça-Vampiros, a fim de cuidarem da irmã menor dela, Dawn.

Willow agora é uma bruxa poderosa e este poder acaba se tornando um grande problema para ela, como um vício que não se pode controlar. Após ressuscitar Buffy, através de magia negra, a bruxa começa a abusar de magia, usando-a para resolver desde as mais simples tarefas do dia-a-dia, como se vestir ou decorar uma sala, até coisas mais sérias, como apagar da memória de Buffy e Tara coisas desagradáveis (Tabula Rasa). Tara percebe o que está acontecendo, tenta alertar a namorada, mas esta não quer ouvi-la; as duas acabam brigando e Tara deixa a casa de Buffy. No entanto, Tara não agüenta ficar muito tempo longe de Willow e volta para ela. No dia seguinte ao que fazem as pazes, Warren, tentando matar Buffy, acaba por acertar um tiro em Tara, que morre na hora (Seeing Red).

Com o assassinato da namorada,Dark Willow Will perde definitivamente o controle, se torna a Dark Willow, uma poderosa bruxa má, e vai atrás de Warren, Andrew e Jonathan a fim de vingar a morte de Tara. Will mata Warren — esfolando o rapaz vivo — mas Buffy, Anya, Xander e principalmente Giles a impedem de ir atrás dos outros dois garotos (Villains). Então Willow, que acabou de absorver muita magia negra de livros e do bruxo [Rack],decide que vai acabar com o mundo para dar um fim à dor que está sentindo (Two to Go). Xander a impede, apelando para a amizade de infância dos dois, falando para ela do primeiro dia de aula no jardim de infância — quando ela chorou porque quebrou um lápis de cera amarelo — e dizendo que a ama muito (Grave).

Após a perda de controle, Willow vai com Giles para a Inglaterra e lá é tratada por um grupo de bruxas — agora, a magia é parte dela, do que Willow é. Contudo, antes de terminar o processo de cura, ela sente que algo muito ruim está surgindo em Sunnydale — a Boca do Inferno está se abrindo novamente e irá engolir a todos — e Giles a manda de volta para os Estados Unidos, para a casa de Buffy. Achando que seus amigos não a perdoaram por tudo o que fez, Willow, sem querer, lança um feitiço que impede Buffy, Xander e Dawn de a enxergarem, e vice-versa, e é quase morta pelo demônio Gnarl (Same Time, Same Place).

Alguns meses mais tarde, Willow supera a dor da perda de Tara e passa a namorar Kennedy — uma das muitas Caças-Vampiros hospedadas na casa das Summers (The Killer in Me).

Finalmente, após passar meses evitando ao máximo usar magia com medo de novamente se tornar a Dark Willow — pois quando tentou localizar o [Primeiro Mal], foi possuída por ele e quando abriu um portal para trazer Buffy de volta de sua visita aos Homens Sombra, acabou usando a energia de Kennedy e Anya sem nenhum escrúpulo — a bruxa finalmente aceita fazer o poderoso feitiço sugerido por Buffy, que ajudará a todos na luta contra o exército de [Turok-Hans] que o Primeiro formou na Boca do Inferno. Will usa o poder da [Foice] para transformar todas as Potenciais em Caças-Vampiros; tendo o apoio da namorada Kennedy (que promete não deixá-la perder o controle), ela realiza o ritual com sucesso e no processo, ao invés de se tornar maligna, parece que se transforma em deusa. Will e Kennedy (agora uma Caça-Vampiros) sobrevivem à batalha final; Willow comenta que pode sentir Caças-Vampiros "acordando" ao redor do mundo (Chosen).

Após a destruição de Sunnydale, Willow e Kennedy vão para a Europa junto com Buffy, Dawn, Giles, Xander, Faith e Andrew. A bruxa e a Caça-Vampiros também visitam o Brasil, passando pelo Rio (para passear) e por São Paulo (a negócios místicos).


SUA HISTÓRIA CONTINUA EM BUFFY EM QUADRINHOS  [LEIA AQUI]


Xander/AlexanderLeVelle Harris - Quando Buffy chegou em Sunnydale, as primeiras pessoas com quem ela fez amizade foram Willow Rosenberg e Xander Harris, estudantes da Sunnydale High.

Xander e Will se conheceram ainda no jardim de infância e desde então se tornaram grandes amigos; logo que os dois souberam que Buffy era uma Caça-Vampiros, se juntaram a ela sem medo e a ajudaram muitas vezes a derrotar o mal que insistia em surgir na Boca do Inferno para cabar com o mundo. Já em sua vida particular, Xander tinha muitos problemas, contra os quais sempre teve dificuldades em lidar.

A família do garoto era bastante problemática; seus pais não se davam bem, viviam brigando (o pai era alcoólatra). E Xander morava com eles, no porão da casa, bem perto da confusão. Na escola, as coisas não eram muito melhores: ele foi transformado em hiena carniceira, foi dividido em dois, era apaixonado por Buffy sem ser correspondido, se envolveu com mulheres que na verdade ou eram insetos gigantes ou múmias mortas séculos atrás, fez feitiços que viraram contra o feiticeiro, entre outras coisinhas. A única encrenca lhe rendeu bons frutos foi quando ele, fantasiado de soldado no dia de Halloween, se transformou em um de verdade devido a um feitiço lançado por [Ethan Raynes] — a experiência militar ficou garvada em sua memória para sempre e foi bastante útil em diversas ocasiões.

Quando começou a gostar de uma garota (humana e viva...) — a metida Cordelia — teve que lidar com o desprezo dela, que só ficava com ele às escondidas. Depois de conseguir que a menina assumisse o namoro, descobriu-se interessado em sua velha amiga de infância Willow — um erro que Cordelia não perdoou. Sozinho, sem ter Willow nem Cordy, Xander acabou perdendo sua virgindade com a Caça-Vampiros [Faith],que o descartou imediatamente após o ato.

Após a formatura no Ensino Médio, Xander — ao contrário de Buffy e Willow — não se matriculou em nenhum curso universitário. Ele passou o verão seguinte à formatura viajando pelos Estados Unidos. Quando voltou, começou a trabalhar; inicialmente foi vendedor de sorvetes e bartender, até que passou a lidar com construção e marcenaria.

A partir daí, as coisas melhoraram: além do trabalho, também a vida amorosa corria bem: Xander passou a namorar Anya, a ex-demônia da vingança. E mais tarde, já ganhando um bom salário, ele saiu do porão da casa dos pais e alugou um bom apartamento.

Em 2001, quando a Gangue do Scooby estava prestes a enfrentar a deusa infernal [Glory], Xander pediu Anya em casamento; no entanto, o compromisso dos dois permaneceu em segredo durante meses, pois o garoto insistia que era "muito cedo" para que seus amigos ficassem sabendo. Após o anúncio, Xander teve uma crise em relação ao seu futuro com Anya e invocou o demônio [Sweet] para redimir suas dúvidas e acabou causando muita confusão (e algumas mortes) em Sunnyale — todas as pessoas passaram a cantar (e dançar) seus sentimentos mais profundos, ao invés de expressá-los em palavras.

Os planos de casamento seguiram em frente, mas no dia da cerimônia, Xander acabou abandonando Anya no altar porque foi levado por ele mesmo (mais velho) para um futuro aterrador. A coisa toda se revelou uma vingança de um homem que havia sido transformado em demônio por Anyanka, anos atrás, mas mesmo depois que a trama foi desvendada, Xander fugiu do compromisso, deixando para trás uma noiva arrasada e pronta para se tornar novamente uma demônia da vingança.* Os dois jamais reataram — apesar de terem, por duas vezes, transado (em clima de fim-do-mundo, durante a luta contra o [Primeiro Mal]).

*Curiosamanete,Anya havia pedido a Xander que, na hipótese de um dia ele a deixasse, a avisasse com bastante antecedência e barulho, dando sinais bem claros de sua intenção (Afterlife).

Sem super-poderes como seus amigos, Xander acabou salvando o mundo uma vez, quando uma Willow enlouquecida queria acabar com tudo; tendo a conhecido desde criança, ele apelou para a doce Will adormecida dentro de toda aquela maldade dizendo que a amava apesar de tudo e relembrando a história de um crayon amarelo que a menina quebrou logo em seu primeiro dia no jardim de infância — e teve sucesso.

No final, se manteve fiel a Buffy e a seu ideal, perdendo até mesmo um olho (arrancado pelo maligno Caleb) na batalha final contra o Primeiro Mal.

Após a destruição de Sunnydale, foi para a Europa com Buffy, Dawn, Willow, Kennedy, Giles, Faith e Andrew.

SUA HISTÓRIA CONTINUA EM BUFFY EM QUADRINHOS  [LEIA AQUI]



[HOME] [VOLTAR]