Alguma coisa usada
Alguma coisa nova
Alguma coisa emprestada...

Something Blue*

 
Spike é chipado pela [Iniciativa], foge do quartel general da organização e procura a ajuda dos Scoobies. Giles o recebe em casa, mas o mantém ou acorrentado em sua banheira ou amarrado numa cadeira, enquanto Buffy tenta arrancar do vampiro alguma informação sobre a Iniciativa; Spike não quer cooperar e ainda reclama que está sendo muito mal tratado... Com as mãos acorrentadas, ele tem que tomar de canudinho o sangue que Buffy lhe oferece numa caneca.

Willow está passando por momentos difíceis, sofrendo muito porque Oz a deixou — ela quer que a dor que sente vá embora, a todo custo. Além disto, fica bastante magoada quando acha que seus amigos parecem estar mais preocupados com suas próprias vidas eaté mesmo com a situação do recém-chipado Spike do que com ela e sua imensa dor.

Para resolver seu problema de uma vez por todas, ela recorre à magia:
 

Willow: Escutem todos os elementos, eu os convoco agora. Controlem o que está fora, controlem o que está dentro. Terra e mar, fogo e vento. Da minhas paixões, uma rede seja tecida. A partir desta tarde, que meu desejo seja realizado. É o meu desejo que meu coração seja curado. Agora.

A princípio, o feitiço parece não funcionar, pois nada acontece, deixando Willow ainda mais deprimida, pois ela fica se achando uma péssima bruxa. 

Contudo, no dia seguinte, tudo o que a garota diz começa a se tornar realidade; assim, Giles fica cego quando Willow comenta que ele "não enxerga nada", Xander é atacado por demônios o tempo todo quando ela afirma que ele é "um imã de demônios" (referindo-se ao seu problema com garotas) e, finalmente, Buffy e Spike se apaixonam quando Willow, brava, diz que os dois deveriam se casar...
 

Willow: Spike é mais importante do que eu. Já entendi.
Giles: Buffy quer descobrir o que está acontecendo com aqueles soldados. Neste momento, ela precisa do Spike.
Willow: Então, ótimo. Por que ela não se casa com ele logo de uma vez?

Neste momento, Spike, que está na casa de Giles, ajoelha-se e pede Buffy em casamento:
 

Buffy: Foi tão de repente. Não sei o que dizer.
Spike: Diga apenas sim e me faça o homem mais feliz do mundo.
Buffy: Oh, Spike! É claro que eu digo sim!

Eles se beijam; Giles entra na sala e leva um susto com o que vê diante de seus olhos

Buffy: Giles! Você não vai acreditar no que aconteceu!

Buffy mostra o anel que acabou de ganhar para um Giles chocado, toda orgulhosa

O casalzinho pensa nos detalhes...
 

Buffy trás para Spike uma caneca de sangue e senta em seu colo

Buffy: Tem tanta coisa pra decidir... Cerimônia, convidados, recepção...
Spike: Bem, a primeira coisa que digo é que nós não vamos casar na igreja.
Buffy: Que tal uma cerimônia durante o dia. No parque.
Spike: Fabuloso. Aproveite a lua-de-mel com a grande pilha de pó.
Buffy: Sob as árvores. Luz indireta do sol, apenas.
Spike: Briza morna afasta as folhas e novamente — vai se registrar como Sr. e Srª Grande-Pilha-de-Pó.
Buffy: Pare com isto! É o nosso casamento e você está tratando do assunto como se fosse uma grande piada...
Spike: Oh, olha o beicinho! Olhe para estes lábios... vou pegar... vou pegar...  

Buffy: Oh... pare...
Giles: Sim, por favor, pare.

Buffy sai do colo de Spike e vai sentar-se ao lado de Giles

Buffy: Não estou maluca e sei que você provavelmente não aprova e que meu pai não está tão longe assim, ele até poderia- mas este dia significa família — minha família verdadeira — e eu gostaria que você me levasse até o altar.
Giles: Oh, Buffy! Isto é... isto é tão... Oh! Pelo amor de Deus! Que bobagem. Alguma coisa está fazendo você agir desta maneira. Você não vê o que está fazendo?
Buffy: Vivendo um sonho.
Spike: Vai levar um tempo para ele se acostumar, pet.
Buffy: Todos vão. Vocês não gostavam muito do Angel no começo, também.
Spike: Não fale neste nome.
Buffy: Desculpe. Por que a gente não fala para onde a gente vai viajar?
Spike: Bem, onde Angel gostaria de ir? E poderíamos ter o fotógrafo que Angel teria escolhido? E, e as flores que Angel teria gostado?
Buffy: Ei! Você acha que não vivo com a sombra de Drusilla sobre a minha cabeça? Que não estou me perguntado se não vai pensar nela na nossa lua-de-mel, quando estiver fazendo amor comigo?

Buffy vai até Spike e senta em seu colo novamente; eles se beijam

Giles: Um feitiço, eu acho.
Buffy: Vou consertar isto, não se preocupe.
Spike: O que você precisa é de um simples feitiço de reversão. Vou precisar de ingredientes.
Giles: Você está... me ajudando?
Spike: Bem, é quase como se você fosse meu sogro, né?

Buffy encontra no campus da Universidade Riley Finn, o garoto que ela está começando a gostar (quando não está enfeitiçada...) e conta a grande novidade: vai se casar... com um homem um pouquinho mais velho...
 

Buffy: Vou me casar — dá pra acreditar nisto? 
Riley: Acho que "não" não é uma palavra suficientemente forte.
Buffy: Eu sei! É tudo muito louco! Quero dizer, nós lutamos por todos estes anos e então... Às vezes a gente olha para alguém e sabe... Sabe?
Riley: Não...
Buffy: Acho que a gente lutava porque não podíamos admitir nossos reais sentimentos.

***

Riley: Quem é o cara? Ele estuda aqui?
Buffy: Spike? Ah, não... Ele é muito velho.
Riley: Velho.
Buffy: Bem, nem tão velho quanto meu último namorado.

Mais tarde, Buffy e Spike, felizes, continuam discutindo o futuro casamento...
 

Spike e Buffy falam sobre os bonequinhos que vão enfeitar o bolo de noiva

Buffy: Eles são perfeitos nós pequenininhos, não são?
Spike: Não gosto dele. É insípido. Obviamente humano.
Buffy: Ah, tinta vermelha. A gente podia colocar um pouco em sua boca — sangue dos inocentes...
Spike: Esta é minha garota...

Eles se beijam

Giles: Parem com isto! Eu posso ouvir a beijação!
Buffy: Amor, precisamos falar sobre os convites. Então, você quer ser "William The Bloody" ou só "Spike"? Dos dois jeitos, vai ser esquisito.
Spike: Porque o nome "Buffy" dá um toque de elegância.
Buffy: O que tem de errado com "Buffy"?
Giles: Boa pergunta.
Spike: Bem, é um nome horrível.
Buffy: Minha mãe me deu este nome.
Spike: É, sua mãe é um gênio.
Buffy: Não comece a implicar com a minha mãe!

Xander e Anya ficam espantados quando ficam sabendo da novidade:
 

Anya: Por que vocês estão de mãos dadas?

Buffy e Spike se olham

Spike: Eles iam saber cedo ou tarde...
Buffy: Spike e eu vamos nos casar!
Xander: Como? O quê? Como?
Giles: Três perguntas excelentes.
Spike: (para Buffy) O que você está olhando?
Buffy: O homem que amo.

O casal se beija

Xander: Posso ficar cego também?

Giles, que sabia que Willow havia feito um feitiço desejando que sua dor passasse, liga os fatos — Spike e Buffy, sua cegueira — e Buffy, Xander e Anya vão até o dormitório na Universidade procurar Willow para avisá-la do que está acontecendo. Spike vai junto, para desgosto de Xander...
 

Xander: Por que ele teve que vir?
Buffy: Xander, Spike vai ser meu marido. Eu quero ele incluído.
Spike: Neste ponto, eu concordo com Xander. Parece muito trabalho por uma pessoa que nos caça.
Buffy: Spike, estes são meus amigos. Depois, é o meu trabalho.
Spike: Por enquanto. 
Buffy: O quê? Você quer que eu pare de trabalhar?
Spike: Vejamos — eu quero que você desista de matar todos os meus amigos? É, eu andei pensando nisto.

Willow não é encontrada; em seu dormitório, o carpete está queimado, em formato de círculo. [Anya] diz que [D'Hoffryn] abriu ali um portal e explica que foi ele quem a transformou em Demônio da Vingança há mais de 1000 anos.

Da Universidade os Scoobies e Spike vão para o cemitério patrulhar e são atacados pelos demônios atraídos por Xander. Todos acabam encurralados numa cripta:
 

Spike: Ele são fortes e eu não posso encará-los. Se entrarem, não sei se poderei proteger você.
Buffy: Você acha que tem que me proteger?
Spike: Ah, não, não me venha com esta história de Girl Power!

Enquanto isto, Willow, que foi raptada por demônios, está na dimensão de D'Hoffryn — Arashmaha. Ele diz a ela que seu grito de dor foi ouvido e seu "pedido de vingança" foi atendido; então, D'Hoffryn mostra à garota a imagem de seus amigos em perigo. Willow afirma que não queria que nada disto estivesse acontecendo. O demônio diz que Willow é muito poderosa, oferece a ela o trabalho de Demônio da Vingança, mas a bruxinha recusa.

A pedido de Willow, D'Hoffryn concorda em liberá-la — não antes de lamentar a recusa de sua oferta pela garota. Em todo o caso, ele lhe dá um talismã que poderá ser usado para chamá-lo, caso mude de ideia. 

Willow começa a desfazer o feitiço; enquanto isto, os Scoobies e Spike continuam lutando contra os demônios mandados por D'Hoffryn. Um deles derruba Spike e Buffy corre até ele para ajudá-lo. Ainda no chão, os dois se beijam apaixonadamente. Neste momento, o feitiço acaba, Buffy e Spike "despertam" e os demônios desaparecem.
 

Willow: Permita que o poder de cura se inicie. Permita que meu desejo seja seguro novamente. Enquanto estas palavras de paz são ditas, permita que este feitiço maléfico seja desfeito.

Neste exato momento, Spike e Buffy estão no meio do beijo apaixonado

Buffy: Oh, ugh...
Spike: Oh, bloody hell!

Eles se separam e limpam os lábios com cara de nojo

Buffy: Lábios de Spike! Lábios de Spike!

Mais tarde, já em casa, Willow está fazendo biscoitos; Spike está amarrado na cadeira novamente:
 

Spike: Não ganho um biscoito? 
Buffy: Não.
Spike: Bem, eu tenho que comer alguma coisa. Ainda estou com gosto de Buffy na minha boca.
Buffy: Você é um porco, Spike.
Spike: É... bem, não fui eu quem queria ["WindBeneath My Wings"] para a primeira dança...

Spike fala bem alto, para que Giles, Anya e Xander escutem; eles a olham com um olhar crítico e ela fica embaraçada

Buffy: Foi o feitiço.




*Diz a tradição que no dia do seu casamento a noiva deve usar alguma coisa usada, alguma coisa nova, alguma coisa emprestada e alguma coisa azul.


Fotos: [Screencappiness]

HOME