| 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Buffy, The Vampire Slayer
Buffy,A Caça-Vampiros

Buffy: Sarah Michelle Gellar
Spike: James Marsters



Season Seven
Sétima Temporada

(2002-2003)

...To explore the idea of the Slayer fully and to see a very grown up and romantic and confusing relationship that isn't about power,
but actually genuinely beautiful between two people in the form of Buffy and Spike.
(Joss Whedon - Cinefantastique)

...Explorar o conceito da Caça-Vampiros profundamente e mostrar uma relação bastante adulta e romântica e confusa, que não se trata de poder, mas que é realmente, genuinamente bonita, entre duas pessoas na forma de Buffy e Spike.  (Joss Whedon - Cinefantastique)


Potential

Why does a man do what he mustn't?
For her. To be hers.

Por que um homem faz o que não precisa? 
Por ela. Para ser dela.
(Spike - Beneath You)


 

Lessons

Buffy is in the basement of the brand-new Sunnydale High School, fighting some entities, when she opens a door and finds Spike staring at her; she is totally taken aback.

He asks her if she is real, and then he laughs, an insane laughter. Spike touches her face, and tells to duck — the creatures are attacking the Slayer from behind. Buffy manages closing the door. The vampire is acting very strange, talking nonsense.

DON'T YOU THINK I'M TRYING? I'm not fast! Not a quick study! I dropped my board in the water, and the chalk all ran. I should have been caned. Should have seen that coming!

Buffy notices that Spike has several cuts in his chest; she comes near him, opens his shirt, looks at the wounds and, very concerned, asks what he had done to himself. A shy Spike tells her that he tried "to cut it out."


SPUFFY MOMENT
Brought to you by Joss Whedon




Buffy's mobile phone rings; it's Dawn; she and her two friends, Kit and Carlos, are in the basement, too, and the creatures are attacking them. Buffy says she doesn't know what these creatures are. Spike interrupts the conversation to say something important: they are no ghosts, they are "manifests spirits controlled by a talisman, raised to seek vengeance", adding that "a four year old can figure it."

Buffy tells Dawn what Spike has just said, adding that she and her friends can fight back; she is going to the rescue in a minute. She calls Xander and tells him go to the bathroom and destroy the talisman (she had seen it there earlier). She addresses Spike once more, but he keeps talking nonsense; so she says she will come back for him later.

THIS IS MY HOME! I belong here! I've always been here. Cheers for stopping by.

Spike stays alone in the basement — or it sounds like he is. He squats on the floor, mumbling to himself that he "had a speech" that he "had learned it all" and that "she won't understand, she won't understand."

Suddenly, Warren appears and starts talking to Spike; then, he morphs into Glory, who morphs into Adam, who morphs into the Mayor, who morphs into Drusilla, who morphs into the Master, who finally morphs into Buffy.

Warren: Of course she won’t understand, Sparky. I’m beyond her understanding. She’s a girl. Sugar and spice and everything… useless. Unless you’re baking. I’m more than that. More than flesh...

Glory: ...More than blood. I’m… you know, I honestly don’t think there’s a human word fabulous enough for me. Oh, my name will be on everyone’s lips… assuming their lips haven’t been torn off. But not just yet. That’s all right, though...

Adam: ...I can be patient. Everything is well within parameters. She’s exactly where I want her to be. And so are you, Number 17. You’re right where you belong...

Mayor Wilkins: ...So what’d you think? You’d get your soul back and everything would be Jim Dandy? A soul’s slipperier than a greased weasel. Why do you think I sold mine? Well, you probably thought that you’d be your own man and I respect that. But you never will...

Drusilla: ...You’ll always be mine. You’ll always be in the dark with me, singing our little songs. You like our little songs, don’t you? You’ve always liked them, right from the beginning. And that’s where we’re going...

The Master: ...Right back to the beginning. Not the Bang, not the Word. The true beginning. The next few months are going to be quite a ride and I think we’re all going to learn something about ourselves in the process. You’ll learn you’re a pathetic schmuck… if it hasn’t sunk in already. Look at you. Tried to do what’s right. Just like her. You still don’t get it. It’s not about right. Not about wrong...

Buffy: ...It’s about power.

 

Beneath You

Spike is still in the basement, talking to himself and chasing rats. Suddenly, an earthquake begins, making him scream in panic, begging the earthquake would stop.

Buffy — who now works as a counselor to the students at the Sunnydale High — goes to the basement, looking for Spike, but he isn't there.

Later at night, Xander takes to the Summer's house a girl (Nancy) who has been attacked by a giant worm, and had her dog Rocky eaten by the monster. The Scoobies are listening to Nancy, when, to everyone's surprise, Spike appears in the living room. His old look is back: bleached, short hair, and he wears a Superman-blue shirt and black pants. Buffy says he is looking better and Spike says he is feeling better now, much better than when she last saw him — in the school basement "last week". Xander and Dawn get mad at Buffy, who hadn't told them about having seen Spike.

Spike and Buffy leave the room, in order to chat with some privacy. Spike tells Buffy he is there to help her, he feels something very evil is coming. The Slayer asks him since when he is "the Champion of the people", and the vampire replies he isn't, he is just a guy "who can lend a hand if you'll let me."

Buffy decides that everyone must go out and look for the giant worm; she also decides that she and Spike will patrol together, to Xander's disappointment — he reminds Buffy that Spike tried to rape her. Dawn isn't much happy concerning Spike's presence, either; she advises him that if he hurts Buffy again, she will set him on fire, while he is sleeping.

Buffy and Spike are patrolling; they find a hole in the ground and stop to investigate. Spike has a flashlight in his hands. Buffy wants to know what happened in the basement, and Spike explains that "those ghostly types" got in his head, making him going crazy. 

Spike gives Buffy the flashlight; when she touches his hand, it reminds her the day he forced himself on her, 4 months ago. She says that they working together isn't a way for them to get back together, and Spike assures it isn't. She reminds him he tried to rape her, and he says he can't say sorry or use forgive me — but he has changed. Buffy believes him, but doesn't know what he has changed into and adds she thinks there is something he isn't telling her. Spike agrees, but as they are not best friends anymore, he won't tell.

We've been through things, the end of the world and back. I can be useful, 'cause, honestly, I've got nothing better to do. Make use of me if you want.

Xander walks Nancy home and, after they chat a little, he figures out that the giant worm is an old boyfriend of Nancy's, Ronnie, turned into monster by [Anyanka].

Buffy, Spike, Xander and Nancy go to [The Bronze], to talk to Anya, and they learn that the monster (a Sluggoth according do Spike) indeed is Nancy's ex-boyfriend. Spike wants Anya to undo the spell and she gets very mad at him. Spike is talking to her when she stares at him and sees something, getting very, very surprised. She starts asking how he did "that" and Spike gets very nervous, he doesn't want her to say what she has just seen. In order to stop her from telling, he starts a fight. Both Spike and Anya put their game and demon faces, respectively. Buffy tries to break them apart, and Spike begins to act like a very bad boy; they fight.

Right you are, luv! I haven't changed! Not a lick! And watching your face trying to figure me out was absolutely delicious!

Nancy gets scared and goes away. Spike and Buffy go after her. When the giant worm is about to attack Nancy, Spike shows up saying he is the "big bad" and wants some death. He rips a piece of iron bar off the wall and plunges into the giant worm — Ronnie’s shoulder, because Anya had just undone the spell — impaling him and making him scream in pain. Spike screams, too, feeling the searing pain caused by his chip. Shocked at what he has just done — hurt a human being — he loses it again, and starts talking weird things.

After saying the same thing Buffy has heard in one of her dreams ("from beneath you it devours"), Spike runs off into the night. After leaving Ronnie with Xander and Anya, waiting for the ambulance, Buffy goes after Spike. 

She finds him in a small Church, in the cemetery. The vampire is with his blue T-shirt in his hands; he says the "costume" didn't work, and throws it away. Buffy wants to know what happened to him, and approaches her hand from his wounded chest; Spike doesn't allow her to touch him.

Hey, hey, hey! No touching. Am I flesh? Am I flesh to you? Feed on flesh... my flesh. Nothing else, not a spark. Oh, fine. Flesh, then. Solid through. Get it hard, service the girl.

Spike starts undo his pants and Buffy tries to stop him; he grabs her by the throat and she throws him across the room; he falls on top of some pews, shattering them. Then, he finally starts telling Buffy what happened to him: he went after the "spark", the missing piece that would make him fit. As he can't continue with her looking at him, he moves off into the shadows. 

Buffy grabs a piece of wood. Spike, from the shadows, says that Angel should have warned him. He tells Buffy he wanted to give her what she deserved, and they put the "spark" in him, and now all it does is burn. Buffy finally understands what he means — Spike has a soul now — and gets shocked. He asks if it was what she wanted, and adds that now, everybody is inside his head talking, telling him to go to Hell; Buffy wants to know why he would want his soul back. 

Buffy, shame on you. Why does a man do what he mustn't? For her. To be hers. To be the kind of man who would never... To be the kind of man.

While speaking, he walks towards the altar, where there is a big cross.

And she shall look on him with forgiveness, and everybody will forgive and love... and he will be loved.

He leans on it; his skin starts smoking.

Buffy is shocked. Her black & white vision of the world has just been shaken — a soulless demon sought for a soul out of love for her.

So everything's OK, right. Can we rest now? Buffy... can we rest?


Same Time, Same Place


Help

 

Selfless

School's basement — Spike is sitting on the floor, talking to Buffy; she is nice to him, hears what he has to say, reassuring him that all will be OK. Spike is telling her that he has been seeing things, says he is in trouble, but can't ask help, never, after what he did to her.

Suddenly, another Buffy arrives in the basement and calls for him. Spike realizes that this Buffy is the real one. She is cold and harsh, and says that the basement is killing him. He replies "scream 'Montresor'* all you like, pet", and Buffy chimes in he must leave the place. With tears in his eyes, the vampire reminds her he doesn't have anywhere to go. Certainly, he doesn't belong to a crypt anymore.

Dru used to see things, you know. She'd always be staring up at the sky watching cherubs burn or the heavens bleed, or some nonsense. I used to stare at her and think she'd gone completely sack of hammers. But she'd see the sky when we were inside. It'd make her so happy... She'd see showers; she'd see stars... now I see her.

*Montresor is a character from Edgar Allan Poe's [The Cask of Amontillado]. He is walled up by Fortunato and screams "For the love of God, Montresor!

 

Him

Buffy, Xander and Dawn take Spike to Xander's apartment; he has finally left the school's basement and will start living in a decent place — sort of... Everybody already knows about his brand-new soul, and nobody seems to care.

After reluctantly invite Spike (who was standing at the door), Xander explains to his new guest that he will sleep in what used to be a closet, won't be eating his food, and will take a shower just after himself does — if he uses all the hot water, that's Spike's problem. The vampire says he doesn't want his "sodding food anyway" and goes to his new place. 

When he returns to the living room, he touches Buffy (who is with her back to him), and the Slayer is startled; Spike apologizes and Buffy, nicely, says it's her, no problem. Spike thinks the whole thing won't work, but Buffy reassures him that they will; Spike replies he doesn't need  her "mollycoddling." Buffy says it is not "coddling"; they look at each other for a spuffy-second and then, embarrassed when she remembers that they are not alone in the room, tells him to go to his closet, and leaves.

SPUFFY MOMENT
Brough to you by Drew Z. Greenberg



Later, Buffy and Dawn are sitting in the bleachers, watching a football practice at the Sunnydale High; the two of them talk about Spike. The Slayer says she has feelings for the vampire and Dawn is confused — she says Buffy said Spike disgusted her, but they "did it like bunnies"; Spike used to say he would die for Buffy, and then tried to rape her. Buffy tells Dawn that Spike knew how wrong he was and that's why he had gone away, to fix the problem; however, the girl doesn't think that a soul can fix things. Afterall, Xander had one when he left Anya at the altar.

The trouble of the week is a young football player (RJ) whom Buffy, Anya, Dawn and even Willow suddenly fall for and start doing crazy things to draw his attention — like robbing a bank (Anya), making him turn into a girl (Willow), killing principal Wood (Buffy) and killing herself (Dawn). Xander and Spike, making an effort to discover what is going on (it is obviously a spell), team up, pay a visit to RJ's older brother, Lance, and find out that the spell is on the jacket the boy wears. While in Lance's place, Spike sees a bunch of angel figurines standing in a shelf and turns their faces from him. 

Eventually, they manage to take the jacket from the boy and it is destroyed.

 

Conversations With Dead People

Sunnydale
November 12, 2002
8:01 pm

Spike is at the Bronze; on the stage, [Angie Hart] sings [Blue].A blond girl approaches him; she puts her pack of cigarettes at the bar in front of them and looks at him seductively.

Buffy is patrolling in the cemetery. A vampire gets out from his grave, and they start fighting. They stop when he recognizes her: he is Holden Webster, who attended Sunnydale High with Buffy. 

The Slayer and the Vampire start chatting; he tells her that he majored in psych, and was doing an internship at Sunnydale mental hospital. Soon, he is advising her "professionally" — to the evil dead, Buffy finally admits Spike truly loved her and cared for her, and how bad she treated him — she behaved like a monster. She reveals that she didn't want to be loved, that she feels like she was worse than anyone, that the opinions of his friends and boyfriends didn't matter to her, because they haven't been through what she, as the Slayer, has. That makes her to feel superior. Holden diagnosis her as having an inferiority complex about having a superiority complex. Buffy doesn't like much, but goes on talking, and eventually, tells Holden the name of her vampire boyfriend: Spike. To he  surprise and disappointment, he says, right before Buffy dusts him, that Spike was his sire.

Meanwhile, Spike is seen feeding off the girl who was with him at the Bronze and who he had walked home.

 

Sleeper

After dusting Holden, Buffy heads to Xander's place, to talk to Spike, but he isn't at home. She tells Xander that Holden said Spike sired him.

Meanwhile, Spike is seen burying the blonde girl he had killed (Conversations With Dead People); while he does the task, he hums the English folk song [EarlyOne Morning].

Buffy and Xander are still chatting when Spike arrives home; Buffy asks him how was his night, and Spike says it was fine. He wants to know what she did, and Buffy tells about Holden Webster, an old friend turned vampire. Spike doesn't seem to be bothered by the news, at all, says he is tired and goes to his bedroom.

Buffy tells Xander to keep an eye on Spike, but as the boy must go to work in a few hours, Anya is called.

In the morning, as she is afraid of "killer Spike", she enters his bedroom (with a stake in her hands for protection) in order to go through his things and see if she finds something that proves he is biting people again. For Anya's distress, Spike wakes up and catches her red handed.

Anya quickly has to make up an excuse — she is there because she wants sex. Spike gets very uncomfortable with the situation; Anya, still with the stake in her hands, goes on playing, saying she never did forget their "brief time together" (Entropy).

Anya jumps on him (he is naked under the sheet) and kisses him; but he doesn't kiss back.

Spike explains that it's not that he isn't tempted, if things were different, he would  want her. Anya gets offended, says when he didn't have a soul he was a lot more fun, that he would have had her "upside down and halfway to happy land" by then. Spike, nicely, asks for his pants.

Later, Spike is leaving the apartment, and apologizes to Anya, telling her he didn't mean to hurt her feelings. As soon as he crosses the door, Anya calls somebody and says Spike has left the house. 

He is walking down the promenade when he passes by a man playing the harmonica; the song is [Oh! Susanna]. When the man starts playing Early One Morning, it makes Spike's behavior change; he is humming along.

Spike approaches a girl, they begin smooching, heading for a dark alley, where they can be alone. Buffy is following them. Spike and the girl resume kissing; Buffy approaches them and says she "wants it" as well as him. Spike puts his game face and bites the girl, who screams; he then leaves her, and walks away, passing by Buffy, who morphes into Spike — the real Buffy, who was following the vampire, had missed him in the crowd.

Later, Buffy goes to Xander's place and wakes Spike up. She wants to know the truth, if he killed the girl. Spike doesn't understand what she is talking, and Buffy explains she followed him. Spike says he doesn't know where the girl is, he simply talked to her — he goes out and talks to women because he can't talk to Buffy. He reminds Buffy he can't kill anymore, and Buffy thinks it's because the chip; Spike gets offended, says it's because the soul, he can't barely live with he did in the past.

As daft a notion a soulful Spike the killer is, it's nothing compared to the idea that another girl could mean anything to me. This chip... They did it to me. I couldn't help it. But the soul I got on my own... For you.

Buffy says Holden told her he sired him, and Spike argues she cant trust a "pile of dust"; she says that maybe he doesn't remember, he was seen things recently, but he affirms that he would remember if he had human blood in his mouth.

Buffy gathers the Scoobies and asks them to find some proof that Spike is — or isn't — doing the killing. They search on the Internet and find out that several people are missing, mostly girls.

Meanwhile, Spike finds in his pocket a cigarette pack and it makes him have a flashback with the girl he killed and buried. The vampire decides to go out, in order to investigate, but Xander doesn't want him to go; without any other alternative, Spike punches Xander (the chip in his head makes him feel an horrible pain) and walks away.

Spike goes to the Bronze; [Aimee Mann] is singing [ThisIs How It Goes]. He asks the bartender and one of the waitresses if they have seen the girl lately; they haven't. He then goes upstairs, to scanning the crowd dancing downstairs. A girl approaches him; she is a vampire — and tells Spike she was sired by him. Spike, disgusted, says she is lying. The girl wants to kill, and Spike tells her to get away from him.

They fight and Spike dusts her, while Aimee Mann sings [Pavlov's Bell]. Meanwhile, Buffy is looking for Spike, outside the Bronze; she asks the bouncer if he has seen a "bleached-blond guy, wearing a leather jacket, with a british accent — Kind of sallow, but in a hot way", and the fellow says he comes there a lot, every night with a different girl.

Inside the Bronze, Spike is shocked about what he may have done. He looks for a pay phone and calls Buffy; he wants to meet her, telling her he thinks he has done some very bad things. He gives her an address: 634 Hoffman Terrace.

After Spike hangs up, another "Spike" appears and talks to him, to Spike's chagrin. The entity says he shouldn't have done that, that he is going "against the plan."

Spike meets Buffy at 634 Hoffman Terrace and they go to the basement — fake Spike (let's call him Morphy Spike) is there, but is seen just by Spike. Spike tells Buffy he remembers doing things, that he killed several girls and the lady who lived in the house, and buried all them in the basement. Buffy wants to know why, and Spike says he doesn't know, he even shouldn't be able to kill because of the chip.

Morphy Spike starts singing Early One Morning, which makes the real one change his behavior; he puts his game face and attacks Buffy, taking the stake from Buffy's hands and throwing it away. A bottle breaks and Spike, with a shard of glass, cuts the Slayer's arm. She pushes him away. At this moment, the fledglings start arising from the basement floor; they attack Buffy and grab her. Morphy Spike tells Spike to taste the Slayer, to make her weak.

Spike, obeying Morphy Spike, goes to Buffy for the bite; instead, he licks her bloody wound, which breaks the thrall and makes him remember everything, every person he killed in the past few days. He is shocked and runs away from Buffy. She then fights the vampires and dusts all of them with the wooden handle of a shovel.

Spike is sitting in a corner, broken, miserable; Morphy Spike says "you failed them" and now Buffy will kill him. The Slayer approaches Spike, yet with the wooden handle in her hands; Spike opens his jacket, exposing his chest to her and pleading her to do it fast. Buffy doesn't do anything, and he gets desperate; says "he" said she would kill him. Buffy wants to know who is "he", Spike says it was "him", "he" was there all the time, talking and singing; the vampire cries. 

Buffy throws away the wooden handle, making Spike yet more desperate — he says he needs that, he wants to die, he has killed, and can feel everyone he killed. Buffy now understands that there is something playing with them, and explains it to Spike; he asks if she will help him, and Buffy says she will. Morphy Spike looks very disappointed.

Buffy takes Spike to her house and tells the Scoobies what happened in the basement — the vampire really didn't know what he'd done, he wasn't in his control.

Buffy adds that she believes something evil is coming, and things will get worse.




PORTUGUÊS


 

Lessons

Buffy está tentando livrar a recém-inaugurada Sunnydale High School das aparições de dois ex-estudandes e de um antigo zelador, e acaba no porão da escola (um verdadeiro labirinto). Após 4 meses sem se verem, é lá que Buffy e Spike se encontram, quando ela abre uma porta e dá de cara com o vampiro. Seu cabelo está crescido e ele parou de oxigenar, então raízes escuras estão aparecendo. Spike fica surpreso em ver Buffy; ele carinhosamente toca o rosto dela e fala seu nome. Os zumbis atacam novamente, e o vampiro fala coisas incoerentes: 


Buffy: Spike! Você é real?


Spike ri, uma risada insana. Então ele toca no rosto dela


Spike
: Visitas hoje não. Muito ocupado.

Zumbi: Eu disse pra você que ele iria sair.


Buffy consegue fechar a porta, deixando os zumbis para fora 


Buffy
: Eles vão voltar daqui a pouco.

Spike: Ninguém vem aqui. Só nós três.
Buffy: Spike, você viu a Dawn? Ela veio aqui pra baixo com alguns amigos...
Spike: VOCÊ NÃO ACHA QUE EU ESTOU TENTANDO? Eu não sou rápido. Não aprendo depressa. Derrubei meu quadro na água, e a lição apagou. Eu devia ter sido castigado. Devia saber que isto ia acontecer!

Spike está com a camisa aberta e ela nota que ele está com o peito, do lado do coração, todo machucado — o que o vampiro tenta esconder. Buffy gentilmente se aproxima e abre mais a camisa, Spike parece envergonhado: 

Buffy: O que você fez?
Spike: Eu tentei... Eu tentei cortar fora.  



MOMENTO SPUFFY
Uma cortesia de Joss Whedon





Buffy parece chocada com a situação, não sabe o que fazer ou dizer. Toca o celular e Buffy atende; é Dawn pedindo socorro. Buffy diz que não sabe mais o que fazer contra os "fantasmas", quando é interrompida por Spike — que está de cócoras num canto, parecendo mais perturbado do que nunca: 


Spike: Não são fantasmas.
Buffy: Você sabe o que eles são?
Spike: Manifestações controladas por um talismã, chamadas para buscar vingança. Uma criança de 4 anos pode perceber isto.


Buffy lembra ter visto um talismã no banheiro da escola, telefona para Xander e o rapaz resolve o assunto, quebrando-o. A Caça-Vampiros então pergunta a Spike se ele pode ajudar — e mais uma vez Spike age estranhamente:
 


Buffy
: Spike, você pode me ajudar?

Spike: ESTA É MINHA CASA! É o meu lugar! Eu sempre estive aqui. Obrigado pela visita.  


O episódio termina com Spike, sozinho no porão, agachado, desesperado, assustado, falando sozinho:
 


Spike:
Tudo está... Eu tinha um discurso. Eu decorei-o todo. Oh, Deus, ela não vai entender, ela não vai entender...  


Spike tem então o que parece ser uma alucinação, quando aparecem para ele vários big bads do passado (com uma surpresa no final); ele está de cócoras, imóvel, enquanto as visões falam com ele:
 


Warren
: É claro que ela não vai entender, Sparky. Eu estou acima da compreensão dela. Ela é uma garota. Açúcar e tempero e tudo o mais... Inútil, a não ser que você esteja fazendo bolo...

Glory: ...Eu sou mais do que isto. Mais do que carne, mais do que sangue, eu sou- sabe, eu sinceramente acho que não existe uma palavra humana suficientemente fabulosa para mim. Oh, meu nome estará nos lábios de todos, presumindo que estes lábios não tenham sido rasgados...
Adam: ...Mas ainda não é a hora. Tudo bem, no entanto. Eu sou paciente. Tudo esta dentro dos parâmetros. Ela está exatamente onde eu quero que esteja e você também, [número 17]. Você está exatamente no seu lugar...
Prefeito Wilkins: Então, o que você pensou, que iria conseguir sua alma de volta e tudos seria fácil? Uma alma é mais escorregadia do que sabonete. Por que você acha que eu vendi a minha? Ha ha ha! Bem, você deve ter pensado que seria dono do seu nariz. E eu respeito isto, mas você nunca será...
Drusilla: ...Você será sempre meu. Você sempre estará na escuridão, comigo, cantando nossas musiquinhas, você gosta das nossa musiquinhas, não gosta? Você sempre gostou delas, desde o começo...
Mestre: ...E é para lá que nós estamos indo — de volta para o começo. Não para o (Big) Bang... Não para a Palavra... O verdadeiro começo. Os próximos meses serão muito interessantes e eu acho que nós todos vamos aprender algo sobre nós mesmos no caminho. Você vai aprender que é patético e estúpido, se já não se deu conta disto. Olhe para você. Tentou fazer o que é certo. Exatamente como ela. Você ainda não entendeu. Não é sobre o certo. Não é sobre o errado...
Buffy: ...É sobre Poder. 


Beneath You

Spike continua no porão, falando sozinho, perseguindo um rato. De repente, a terra começa a tremer e Spike coloca as mãos na cabeça, e grita — "por favor, mamãe, eu imploro a você, pare!"

Buffy, agora trabalhando como orientadora na Sunnydale High, volta ao porão da escola a procura de Spike, mas ele não está lá. 

Mais tarde, Xander leva até a casa de Buffy uma garota, Nancy, que teve seu cachorrinho (Rocky) devorado por uma minhoca gigante que surgiu do solo, provocando um terremoto. Ela está contando sua história, quando, de repente, Spike aparece na sala dizendo que pode ajudar. Seu antigo visual está de volta: cabelos bem curtos, oxigenados, mas ao invés de estar todo de preto, como de costume, ele veste uma camiseta azul (do mesmo tom do uniforme do Super Homem). Spike diz a Buffy que, quando ela o encontrou no porão da escola, na semana anterior, ele estava perturbado, mas que agora está melhor. Dawn pergunta a Buffy porque ela não contou que tinha visto Spike, e o mesmo quer saber Xander; Buffy diz para deixar isto para mais tarde.

Spike e Buffy saem da sala para conversarem em particular: 


Buffy: Então o que você quer? Ajudar no quê?
Spike: Apenas ajudar você. Diga no quê. Você é a Caça-Vampiros, conectada com as visões, uma longa linhagem de gente valorosa. Certo? Sou só um cara com os ouvidos na terra, mas mesmo eu posso sentir. Alguma coisa está vindo. Não sei o que exatamente, mas algo está crescendo. E é tão grande, feio e maldito, que faz com que você e eu pareçamos pecinhas de um quebra-cabeças. Se estou errado, diga. Tudo bem. Nenhuma mágoa. Vou embora por aquela porta e você pode fechá-la com qualquer feitiço que queira. Então... Estou errado?
Buffy: Tudo em você está errado, Spike.


Spike se dirige para a porta


Buffy
: Mas alguma coisa está vindo.

Spike: Você vai precisar de ajuda.
Buffy: Desde quando você se transformou no salvador da pátria?
Spike: Eu não me transformei em nada. Sou só um cara que pode dar uma mãozinha se você permitir. A bola está com você, Caça-Vampiros.

Buffy resolve que todos devem sair e procurar o monstro que matou o cachorro de Nancy; ela e Spike ficarão juntos. Quando estão saindo, Dawn chama Spike e ameaça o vampiro: 


Dawn: Bem, eu não posso lutar com você, mesmo com o chip na sua cabeça. Mas você dorme. Se você machucar minha irmã... tocar nela... vai acordar pegando fogo. 


Buffy e Spike saem para patrulhar. Ele se comporta amigavelmente, falando bastante; eles param, quando  acham o buraco na calçada feito pela minhoca gigante; Spike tem uma lanterna nas mãos:
 


Buffy: Olha, isto... Nós trabalhando juntos- Não é uma maneira pra gente voltar, se é isto o que você quer.
Spike: Não é. Olha, eu não posso culpar você por estar desconfortável.
Buffy: Desconfortável? Não é a palavra que eu usaria. Você tentou me estuprar. Eu não tenho palavras-
Spike: Nem eu. Não posso dizer "desculpe", não posso usar "me perdoe". Tudo que posso dizer é que... Buffy... Eu mudei.
Buffy: Eu acredito em você.
Spike: Bem, já é alguma coisa.
Buffy: Só não sei no que se transformou. Você voltou para a cidade e me surpreendeu — por duas vezes. Eu não sei qual é o seu jogo, Spike, mas eu sei que há algo que você não está me contando.
Spike: Você está certa. Há sim. Mas não somos mais amigos, então, pior pra mim. Não vou contar. Nós passamos por diversas coisas, o fim do mundo e a volta. Eu posso ser útil, porque, honestamente, eu não tenho nada melhor pra fazer. Me use se quiser.


Xander leva Nancy para casa e lá eles são atacados pela minhoca gigante. Os dois conversam e Xander acaba sabendo sobre um ex-namorado da garota que não a deixa em paz e conclui que o minhocão deve ser obra de [Anyanka]. 

Então eles, junto com Spike e Buffy, vão ao [The Bronze] falar com Anya e descobrem que o monstro (um demônio Sluggoth segundo Spike, extinto no tempo das Cruzadas) é mesmo o ex-namorado de Nancy, Ronnie, transformado por Anya como vingança. Todos pedem a ela que desfaça o feitiço, inclusive Spike, e Anya fica brava.

Quando o vampiro inssiste que Anya reverta o desejo, ela olha dentro dos olhos dele, percebe sua alma e começa a dizer: "Oh meu Deus, oh meu Deus, como você fez isto?" Como Anya continua o pressionando, querendo uma resposta, Spike manda ela calar a boca. Ela não cala e ele bate nela; ela bate de volta, fazendo ele voar para o outro lado do recinto. Anya coloca sua face de demônio e diz que vai surrar Spike "muito!" Spike coloca sua face de vampiro e vai para a luta, mas Buffy tenta impedi-lo; os dois começam a brigar e ele se faz de "garoto mau": 


Spike: Resolvendo alguns problemas pessoais, não é? Ei! Acho que este será o primeiro contato desde... você sabe quando... Pronta para outra rodada no balcão*, então?

*Spike se refere a quando os dois transaram na parte superior do Bronze, em Dead Things.


Buffy bate em Spike


Spike
: Certa você está, luv! Eu não mudei! Nem um pouco! E ver você tentando me decifrar foi absolutamente delicioso!

 
Nancy se assusta com a briga e sai do Bronze; Buffy e Spike vão atrás dela, deixando Xander sozinho com Anya.

É então que o verme gigante (Ronnie) reaparece (na rua) e quer pegar Nancy; Spike começa a lutar contra o monstro, não perdendo a oportunidade de, na frente de Buffy, continuar bancando o garoto mau, dizendo que é um demônio e que o Big Bad está de volta. Justamente quando ele consegue enfiar um cano de ferro no verme, ele se transforma em humano — Xander convenceu Anya a desfazer a vingança — e o chip do vampiro é ativado. Spike leva a mão à cabeça por causa da dor e solta o cano. 


Spike: Certo. Errado. Manobra errada. Nem  um pouco útil. por favor me ajude. ME AJUDE!
Buffy: Não é você quem está precisando de ajuda! Ele (Ronnie) está entrando em choque.
Spike: Demais, demais, demais... dentro de mim, todo o tempo. Fundo, fundo, fundo dentro de mim.
Buffy: Olha Spike, o que quer que esteja fazendo-


Spike fala com alguém ou algo que só ele pode ver


Spike
: Vá embora. Vá-

Buffy: Faça isto em outro lugar. Estou cheia disto!
Spike: Oh! Garota de sorte! Manda parar. Agora existe uma opção. Se fosse tão fácil. Se fosse... se fosse... se fosse-


Spike fala novamente com alguém/algo invisível


Spike
: Que diabos você está gritando? Eu posso ouvir você. Não há necessidade de GRITAR! 


Ele se acalma um pouquinho e continua


Spike
: Entendi. A piada é comigo. Muita risada. É. Traga a mulher e as crianças. Venha ver o show... porque vai ser um circo. Este... é só o começo, luv. Só um aquecimento. A atração principal está chegando e quando esta banda alcançar o palco, tudo isto... tudo isto... virá rolando em morte e gritaria, horror e derramamento de sangue. Sob você, ele devora. Sob... Pobre Rocky*

*Cachorro de Nancy


Após falar a frase "sob você, ele devora" — que Buffy já havia ouvido em um sonho, Spike parece sair do "transe" e está prestes a chorar; ele então sai correndo.
Buffy deixa Ronnie com Xander e Anya (que vieram do Bronze), esperando a ambulância que chamou pelo celular, e vai atrás de Spike. Ela o encontra no cemitério, numa pequena igreja; o vampiro está com a sua camiseta azul nas mãos:


Spike:
Fantasia... Não ajudou... Não pode esconder.


Ele joga a camiseta no chão.


Buffy
: Chega de jogos mentais, Spike.

Spike: Chega de jogos mentais. Chega de mente.


Buffy então pergunta o que aconteceu, se aproximando sua mão do peito machucado dele; Spike se afasta, assustado: 


Spike
: Ei, ei, ei! Não me toque. Carne? Eu sou carne para você? Se alimenta de carne... minha carne. Mais nada, nenhuma centelha. Está bem. Então, carne. Endureça, sirva a garota.


Spike começa a abrir a sua calça e Buffy tenta impedi-lo; ele coloca suas mãos na garganta dela e a Caça-Vampiros o joga para longe. Ele cai sobre alguns bancos, deixando-os em pedaços. Spike está prestes a revelar que, por amor a ela, pediu para voltar a ser o que era, para Buffy ter o que merecia — um namorado com alma:
 


Spike: Certo. A garota não quer ser servida. Porque não há a centelha. Isto aqui (se referindo à igreja) não é um maldito motor?
Buffy: Spike, você enlouqueceu completamente?
Spike: Bem, sim. Onde você tem andado?
Buffy: Você achou que era só voltar e ficar comigo?
Spike: Primeira vez para tudo.
Buffy: Isto é o que você terá. Eu estou escutando. Conte-me o que aconteceu.
Spike: Eu tentei encontrar, é claro.
Buffy: Encontrar o quê?
Spike: A centelha. O que faltava... a peça. Que encaixava.  Que faria me encaixar. Porque você não queria... Deus... eu não consigo! Não com você olhando.


Spike se levanta do chão e vai para uma parte da igreja que está as escuras


Spike
: Eu sonhei que te matava. Eu acho que eram sonhos. Tão fraco. Você me deixou fraco? Pensando em você, me segurando e derramando inúteis baldes de sal sobre o seu... fim. Angel. Ele devia ter me avisado. Ele consegue disfarçar bem, mas está aqui, em mim... O tempo todo. A centelha. Eu queria te dar o que você merecia e eu consegui. Eles puseram a centelha em mim e agora tudo o que ela faz é queimar.

Buffy: Sua alma?
Spike: Pior pela falta de uso.
Buffy: Você conseguiu sua alma de volta. Como?
Spike: Era o que você queria, certo?


E olhando para cima:


Spike
: É o que VOCÊ queria, certo?


Spike se dirige para o altar:

Spike: E... e agora todo mundo está aqui (aponta para sua cabeça), falando. Tudo o que eu fiz, todos que eu... E ele... e aquilo... o outro... a coisa... inferior- inferior a você... está aqui também. Todos eles dizem para mim ir... ir... para o inferno.
Buffy: Por quê? Por que você faria-
Spike: Buffy, que vergonha. Por que um homem faz o que não precisa? Por ela. Para ser dela. Para ser o tipo de homem que nunca iria... Para ser do tipo de *homem*.


Enquanto fala, Spike caminha em direção a uma grande cruz em frente ao altar da igreja:


Spike
:
E ela deverá olhar para ele com compaixão. E todos vão perdoar e amar... e ele será amado.


Spike abraça a cruz; seu peito, braços e parte do rosto começam a queimar


Spike
:
Então, tudo está bem, certo. Podemos descansar agora? Buffy... Podemos descansar?

Buffy está imóvel, chocada. Uma lágrima corre pelo seu rosto. O mundo "preto e branco" da Caça-Vampiros acaba de ruir — um demônio optou por buscar uma alma, por amor a uma mulher, jogando na cara dela que as tonalidades de cinza existem e não podem ser ignoradas.


Same Time, Same Place

Willow volta da Inglaterra, mas não consegue ver nem ser vista por Buffy, Xander e Dawn.

Coincidindo com a chegada de Willow em Sunnydale, começam a aparecer corpos esfolados, fazendo com que Buffy e Xander pensem que talvez as mortes sejam obra da amiga, já que ela esfolou [Warren] vivo (Villains).

Willow conversa com Anya e através dela fica sabendo que Spike está meio insano e vivendo no porão da escola. A bruxa vai procurá-lo lá, depois que acha um corpo sem pele numa construção. Spike está no meio de uma de suas crises, falando coisas incoerentes e, quando Willow o encontra, ela diz "Spike... eu... meu Deus!", como que assustada em ver o estado em que ele está.

Na mesma hora, chegam Buffy e Xander, também procurando por Spike, para que ele ajude a descobrir quem está cometendo os assassinatos. Eles ouvem a voz de Spike, que está falando com Willow, mas como não a vêem, pensam que ele está falando sozinho. A partir daí, o vampiro passa a participar de duas conversações ao mesmo tempo.

Spike então olha para Buffy, não diretamente, olhos baixos, tímido; Willow acha que ele está falando com ela: 


Spike: Você foi embora. Não apareceu mais desde-
Buffy: A igreja. Você me assustou um pouquinho. Eu não sabia o que pensar.
Willow: É. Eu- eu precisei ir, mas estou de volta. 


Xander, gentilmente, interrompe os dois dizendo que eles estão ali por um motivo. Enquanto isto, Willow continua falando com Spike, sem saber que ele está falando com Buffy e Xander, pois ela não os vê. Willow diz a Spike que encontrou um corpo e o vampiro pergunta se "há sangue"; Willow responde que sim, e que as vítimas foram esfoladas e se ele sabe quem teria feito uma coisas destas. Spike diz que ouviu dizer que ela fez isto uma vez e Willow, sem jeito, comenta "alguém que não seja eu?"

Buffy e Xander ouvem Spike perguntando para Willow sobre o sangue e entendem que, apesar de estar meio fora de si, ele sabe sobre os corpos que foram encontrados. Buffy então diz que eles precisam saber quem é o responsável pelas mortes, chamando a atenção de Spike; ele deixa Willow e se aproxima de Buffy: 


Spike: Olhe para você... Você está brilhando. Qual é a palavra para "brilhando"? Tem que rimar.
Buffy: Spike, por favor...
Spike: Eu- eu devia esconder, esconder de você. Esconder meu rosto. Você sabe o que eu fiz.
Willow: O que você fez?  Você não fez nada. Fez


Nestas alturas, Willow está confusa, vendo Spike falar para o "ar", assim como Buffy e Xander. Finalmente Spike entende o que está acontecendo — todos estão falando com ele, mas não estão falando uns com os outros. Ele diz mais algumas coisas incoerentes e fala "Red (Willow) é uma garota má", fazendo Buffy comentar que talvez Spike tenha visto Willow. Spike conta para Willow que Buffy e o "garoto dela" (Xander) acham que é ela quem anda matando e esfolando as vítimas. Então Spike fala que tem que ir, que há coisas "sem permissão aqui, sem autorização" e ele tem que checar.

Mais tarde, Buffy, Xander e Dawn estão seguindo Spike em um bosque, que por sua vez está seguindo o cheiro de sangue deixado pelo demônio (Gnarl) responsável pelas mortes acontecidas em Sunnydale. O vampiro continua com suas falas incoerentes enquanto Buffy e Xander têm um comportamento bastante reprovável, fazendo comentários de mau-gosto sobre o vampiro. 


Spike: William é um bom menino. Carrega a água, carrega o pecado. Era para ficar mais fácil, não era? Era para ajudar a ajudar, mas não ajuda. Ainda tão pesado.


Quando chegam na beira de um penhasco, Spike pára, dizendo que é o fim da linha. Ele se aproxima de Xander e faz, ao que parece, mais uma de suas previsões ("guarde seu ingresso, você vai precisar dele"); Buffy não vê nada por ali e comenta que é apenas um penhasco. Xander responde que ela deve dar um tempo a Spike (dada à sua condição) e que aquele "deve ser um penhasco maligno, comedor de pele." Spike olha para Xander com um olhar desaprovador, mostra que adiante existe uma caverna, acrescentando "eu estou maluco, qual é a desculpa dele?" e vai embora. 


Help

Buffy, trabalhando como orientadora na escola de Dawn, recebe a visita de uma estudante, Cassie Newton; a garota revela que previu que morrerá na sexta-feira seguinte.

Quando o tempo está se esgotando, a Caça-Vampiros vai procurar Spike para que ele a ajude (mais uma vez). Buffy se mostra impaciente e, infelizmente, não é nada gentil com o vampiro, que, por amor a ela, foi atrás de uma alma e agora está enlouquecendo sozinho no porão da escola. 

Spike: Sim. Existe algo mau. Aqui em baixo. Exatamente aqui. Eu sou um homem mau. William é um homem maauu. Eu machuquei a garota.

Spike começa a dar socos em si mesmo

Buffy: Spike, pare com isto. O que você fez?
Spike: Eu machuquei você, Buffy. E eu vou pagar. Eu estou pagando. Porque eu machuquei a garota.
Buffy: Spike, não. Não sou eu. É uma outra garota, OK? O nome dela é Cassie Newton. Por favor, você sabe alguma coisa sobre ela?

Cassie é raptada por alguns garotos da escola, que pretendem sacrificá-la em troca de riqueza em um ritual onde o demônio Avilas vai ser invocado.

Buffy descobre o plano e interrompe a cerimônia (realizada na Biblioteca da Sunnydale High); mesmo assim, Avilas surge e ela se vê numa situação difícil, tendo que lutar contra o demônio e proteger Cassie, que está prestes a ser morta por um dos garotos. É quando Spike aparece de repente e lhe entrega uma tocha — o demônio só pode ser eliminado com fogo — e em seguida, vai salvar Cassie, que está amarrada e amordaçada. 

O vampiro tem que lutar com um dos estudantes, que ainda não desistiu de sacrificar Cassie em troca da riqueza almejada. A cada golpe que dá no garoto, o chip causa em Spike uma terrível dor de cabeça. Contudo, ele não desiste e, após nocauteá-lo, vai até Cassie, a desamarra e tira a fita adesiva de sua boca. É então que a garota olha para Spike com ternura e faz mais uma de suas predições: Ela dirá a você. Um dia, ela dirá a você.

As palavras da menina deixam Spike muito surpreso e confuso. Ele se retira do local, deixando Cassie aos cuidados de Buffy. Infelizmente, minutos depois a garota acaba morrendo em consequência de um problema cardíaco congênito.

 

Selfless

Vários garotos de uma fraternidade da Universidade de Sunnydale têm seu coração arrancado por uma aranha gigante; as mortes são resultado de um desejo de vingança atentido por Anyanka (Anya, que voltou a ser demônio depois que foi abandonada no altar por Xander, em Hell's Bells) e ela, com sangue dos garotos manchando seu vestido, se pergunta "o que foi que eu fiz?", chocada e arrependida.

Enquanto isto, Buffy vai ao porão da escola visitar Spike, que está conversando com uma outra Buffy (alucinação?): 


Spike: Eu não confio no que vejo. Não sei como explicar, exatamente. Como estar vendo coisas. Dru costumava ver coisas, sabe. Ela sempre estava olhando para o céu e vendo querubins em chamas ou o céu sangrar, ou alguma bobagem. Eu costumava olhar para ela e pensar que ela tinha enlouquecido completamente. Mas ela via o céu quando estávamos dentro de casa. Isto a fazia tão feliz... Ela via chuva de meteoros; via estrelas... agora eu a vejo.
Buffy: Spike... 
Spike: Eu estou com problemas, Buffy...
Buffy: Eu posso ajudar. 


Então a verdadeira Buffy chega ao porão.


Buffy
: Este porão está matando você. Esta é a Boca do Inferno, existe alguma coisa ruim aqui em baixo. Possivelmente tudo é mau.

Spike: Não ouço você, não ouço você.
Buffy: Você tem uma alma? Ótimo. Mostre para mim.
Spike: Grite "Montresor"* o quanto quiser, pet.
Buffy: Levante-se e saia deste porão.
Spike: Eu não tenho nenhum outro lugar para ir.

*Montresor é um personagem de O Barril de Amontilhado, de Edgar Allan Poe. Ele empareda Fortunato vivo e este grita "Pelo amor de Deus, Montresor!"

Spike agora não mais quer ou pode viver em uma cripta...

Assim que fica sabendo, por Willow, que Anyanka/Anya é a responsável pelas mortes dos garotos, Buffy decide que ela tem que morrer.

Enquanto Buffy enfrenta Anyanka, Willow convoca [D'Hoffryn], o chefe das demônios da vingança, e consegue fazer com que ele vá falar com Anya. Arrependida, ela pede ao patrão que desfaça o feitiço e devolva a vida aos garotos. D'Hoffryn diz que o preço a pagar será alto: a vida e alma de um demônio da vingança. Anya aceita a condição, para desespero de Xander; D'Hoffryn então desfaz a vingança, mas quem morre não é Anyanka e sim sua amiga, a também demônio da vingança [Hallie]. Anyanka volta a ser humana e mortal.


Him

Finalmente Spike deixa o porão da escola — logo no início do episódio, vemos Xander, Buffy e Dawn chegando com o vampiro na casa de Xander, que, relutantemente, aceitou receber Spike como seu hóspede. Buffy é gentil e paciente, tanto com Spike quanto com Xander, e ficamos cientes que todos já sabem sobre a alma do vampiro: 


Xander: Eu só não entendo quando é que os problemas dele se tornaram seus problemas... Mais especificamente, meus.
Buffy: O porão da escola está deixando-o louco. Não podemos simplesmente deixá-lo lá.
Xander: Por que não? Cara-louco-do-porão é melhor do que cara-que-não-larga-do-pé-de-Buffy.
Dawn: É verdade. Vocês dois não estão... Você não está começando novamente com a coisa toda...
Buffy: Não, mil vezes não. As coisas são diferentes agora... Ele tem uma alma.
Xander: Tenho certeza de que será reconfortante quando ele, todo cheio de alma, atacar você novamente.
Dawn: É, o que isto significa exatamente, Spike ter uma alma?
Buffy: Não sei. Mas ele tem passado por muita coisa, OK, e ninguém vai atacar-

Spike: Vou embora. Isto não vai funcionar.
Buffy: Vai sim. Já está funcionando, OK? Vocês está fora daquele porão há meia hora e já parou de falar com pessoas invisíveis.
Spike: Bobagem.
Buffy: OK, teve aquele episódio no carro, mas...
Spike: Não — bobagem a coisa toda. Eu não preciso que você fique me mimando.
Buffy: Não estou mimando.

Os dois se olham olho no olho por um spuffy-segundo; Buffy fica sem jeito e disfarça:

Buffy: Agora... vá para o seu armário.

MOMENTO SPUFFY
Uma cortesia de Drew Z. Greenberg


Mais tarde, Buffy e Dawn estão na escola assistindo a um treino de futebol, sentadas nas arquibancadas, e conversam sobre Spike: 

Dawn: Você o ama?
Buffy: Não. Eu... eu sinto alguma coisa por ele.
Dawn: Sente o que, exatamente?
Buffy: Dawn...
Dawn: Não... eu... eu só estou tentando entender... Nada disso faz sentido. Primeiro você diz que Spike te dá nojo, mas vocês dois estavam transando como coelhos. Spike diz que morre por você e então tenta te estuprar.
Buffy: Só para registro, Spike sabia que o que fez foi errado. Foi por isto que ele foi embora.  


Problemas surgem quando Buffy, Dawn, Willow e Anya ficam encantadas (literalmente) por RJ, aluno e jogador de futebol americano no time da Sunnydale High, o que força Spike e Xander trabalharem juntos a fim de resolverem o mistério — e impedir as garotas de fazerem as seguintes bobagens: Anya, roubar um banco para ter dinheiro e agradar RJ; Willow transformar o garoto em mulher; Dawn, se matar, pois a única coisa que pode dar a ele é sua vida e finalmente Buffy, matar Robin Wood (o diretor da escola), porque ele implica muito com o seu jovem "amante" — aliás, quem impede Buffy de explodir Wood com uma bazuca é Spike, que rouba dela a arma e sai correndo, fazendo com que a Caça-Vampiros saia desesperada atrás dele...

Spike e Xander vão até a casa do irmão mais velho de RJ, Lance (ex-colega de escola de Xander), para tentar descobrir alguma pista sobre o que está acontecendo. Spike, enquanto Xander está sentado no sofá falando com o rapaz, vê diversos anjos de cerâmica numa estante e começa a virá-los de costas para ele. O vampiro também nota uma foto em que Lance está usando a mesma jaqueta que RJ usa atualmente e o irmão explica que ela era do pai deles, que também foi muito popular entre as garotas da sua época. Spike e Xander concluem então que é a tal jaqueta que faz com que as mulheres fiquem enlouquecidas e bolam um plano detalhado para acabar com a confusão — que consiste em pular em cima de RJ e arrancar a vestimenta enfeitiçada dele... O plano é bem sucedido e a jaqueta é queimada na lareira da casa de Buffy.


Conversations With Dead People

Sunnydale, 12 de novembro de 2002, 20:01

Spike está no [Bronze], tomando um drinque no bar; no pequeno palco da casa, [Angie Hart] canta [Blue].Uma garota loira se aproxima do vampiro e senta-se ao lado dele, colocando seu maço de cigarros no balcão em frente aos dois.

Buffy está no cemitério, patrulhando, quando um vampiro surge de uma cova. Quando a Caça-Vampiros está prestes a enfiar uma estaca nele, o novato a reconhece — o rapaz é Holden Webster, um ex-colega de escola — e os dois começam a conversar. Holden conta que se formou em Psiquiatria e estava fazendo estágio no hospício de Sunnydale.

Não demora muito e Holden começa uma seção de análise com Buffy; ela se abre para o vampiro, falando de suas inseguranças e seu relacionamento com os namorados — principalmente com Spike. Finalmente, a Caça-Vampiros reconhece que o vampiro a ama verdadeiramente — que o sentimento dele sempre foi *real* — e que ela o tratou muito mal:

Buffy: O último cara que eu namorei... Eu me comportei como um monstro. Tratei-o como... e ao mesmo tempo, eu... eu o deixei me dominar completamente... Fazer coisas comigo que... Desculpe. Eu não queria ficar toda confessional pra cima de você. Eu não sei o que tem de errado comigo. E o engraçado é que... Ele me amava. Do seu jeito doentio, sem alma. Ele realmente se importava comigo. Mas eu não queria ser amada.
Holden: Não queria?
Buffy: Eu tenho todo este poder. Eu não pedi por isto. Eu não mereço isto. É como se eu quisesse ser punida. E queria sofrer. Como se eu achasse que merecia... Eu acho que- sabe, isto é... complicado. Eu sinto como se fosse pior do que todo mundo. Honestamente... Eu sou inferior a eles. Meus amigos, meus namorados... Eu sinto como se eu não merecesse o amor deles... Porque mesmo eles me amando, isto... isto não significa nada, porque as opiniões deles não importam. Eles não sabem. Eles não passaram pelo que eu passei. Eles não são a Caça-Vampiros. Eu sou. Às vezes eu sinto... Isto é horrível... Eu sinto como se fosse melhor do que eles. Superior.
Holden: Até que você não possa vencer. E eu pensei que eu era diabólico... Ou ao menos, planejo ser. Você tem um complexo de superioridade. E você tem um complexo de inferioridade por causa disto. Parabéns.

No final da "seção", Buffy é surpreendida por uma revelação  — quem transformou Holden em vampiro foi Spike.  O rosto da Caça-Vampiros demonstra tristeza e desapontamento, enquanto ela faz Holden virar pó.

E em outra parte da cidade, Spike está mordendo (e matando) a garota que estava com ele no Bronze e que ele havia acompanhado até a casa dela.


Sleeper

Após matar o vampiro Holden Webster, Buffy vai direto até a casa de Xander (são 4:30 da madrugada), a procura de Spike, mas não o encontra lá. Ela conta para Xander o que Holden disse — sobre ter sido transformado por Spike — mas a Caça-Vampiros não acredita que seu ex seja culpado.

Enquanto os dois amigos conversam, Spike está enterrando, no porão de uma casa, a garota loira que ele conheceu no Bronze e matou (Conversations With Dead People). Enquanto cava o buraco, Spike cantarola a canção folclórica inglesa [EarlyOne Morning].

Buffy e Xander ainda estão discutindo os últimos acontecimentos, quando Spike chega em casa como se nada tivesse acontecido:

Buffy: Spike, eu- como foi a sua noite?
Spike: Ah, foi tudo bem. E a sua? Matou algum vilão?
Buffy: Um. Vampiro. Alguém que eu conhecia, na verdade. Holden. Holden Webster.
Spike: Você o conhecia, huh? Não deve ter sido muito fácil.
Buffy: É.
Spike: Bem. Vou dormir antes que eu desmaie. 'Noite.


Buffy manda Xander ficar de olho em Spike, mas ele diz que não pode, já está amanhecendo e ele tem que ir trabalhar; Anya então é chamada para vigiar o vampiro. Xander conta para a ex-noiva sobre a possibilidade de Spike estar matando novamente e ela fica com medo de ficar no apartamento sozinha com ele.

Chega uma hora que Anya não agüenta e vai até o quarto de Spike, revistar as coisas dele para ver se consegue descobrir algo que desvende o mistério. Spike acaba acordando e a pega em flagrante: 


Spike
: Anya, seja breve e me conte exatamente o que você está fazendo aqui.

Anya
: Bem... Spike... Eu estou aqui, óbviamente, para, uh... sexo.

Spike: O quê?!
Anya
: Shh! Sem perguntas. Sem conversa. Eu não consigo evitar. Não consigo parar de pensar em você e em nosso breve, mas inesquecível, momento juntos. Quero dizer- não é que eu estivesse remexendo nas suas coisas a procura de provas de que você é algum tipo de assassino em série maluco. Não sei porque disse isso. Esqueça que eu disse isso. É só falação. São os nervos. Nervos e- excitação. Oh, cale a boca, William, e me possua! Possua-me agora!


Anya pula em cima dele e começa a beijá-lo, mas Spike fica impassível, fiel à sua Caça-Vampiros


Spike
: Anya.

Anya: Humm?
Spike: Não é que eu não esteja tentado. 
Anya: Oh.
Spike: Óbviamente, se as coisas fossem diferentes, você seria uma boa escolha.
Anya: Eu sei. Nenhum problema. Eu entendo. Você acha que eu estou gorda!
Spike: O quê?
Anya: Bem, é isto ou o corte de cabelo.
Spike: R-ridículo. O corte é bastante encantador.
Anya: Oh, OK! Agora você gosta do corte!
Spike: Adoro.
Anya: Claro, como amigo!
Spike: Anya-
Spike: Sabe, você era muito mais divertido quando não tinha uma alma!
Spike: Oh, ora vamos! Eu acabei de explicar pra você-
Anya: Tudo o que estou dizendo é que o Spike sem alma nesta altura já me teria de ponta cabeça e a meio caminho da terra da felicidade.
Spike: Eu preciso da minha calça...


Anoitece e Spike sai de casa. Anya telefona para Buffy, avisando que ele saiu.

Spike está andando num calçadão bastante movimentado; ele passa por um homem tocando gaita. A música é [Oh! Susanna], mas logo o sujeito começa a tocar Early One Morning e a face de Spike muda de expressão. Buffy está seguingo o vampiro. Ele se aproxima de uma garota que está na fila para entrar numa boate, os dois começam a conversar, o clima esquenta e logo o casal está a caminho de um beco, em busca de privacidade. Eles estão se beijando, quando "Buffy" aparece e manda Spike morder a garota, que cai morta no chão. Spike, confuso, sai correndo. "Buffy"se transforma em Spike.

A verdadeira Buffy, que estava seguindo Spike, o perdeu no meio da confusão e não viu o que aconteceu com a garota. Mais tarde, ela vai para o apartamento de Xander e encontra Spike dormindo. Ela o arranca da cama e o acusa de estar matando novamente:
 

Spike
: Você estava- está me seguindo?

Buffy: Responda a pergunta. Onde ela está?
Spike: Quem sabe? Eu apenas falei com ela.
Buffy: Sério? Me pareceu muito mais do que conversa pra mim.
Spike: Eu certamente não a rejeitei. Deus, aonde você quer chegar? Você sabe que eu não posso.
Buffy: Certo. O chip.
Spike: Não! O chip não, o chip não, maldito seja! Francamente, você pensa que eu iria até os quintos dos infernos atrás da minha alma e então... Buffy, eu mal posso viver com o que fiz. Tudo me assombra. Tudo. Se está pensando que eu seria capaz de aumentar a contagem de corpos, você está louca.
Buffy: Então, do que se trata? Você apenas passeia no calçadão procurando por estudantes bêbadas, porque está com fome de conversa?
Spike: Oh, então é isto? Claro.
Buffy: O quê?
Spike: Você está com ciúmes.
Buffy: Não comece com joguinhos. Não agora.
Spike: É, você me viu conversando com outro passarinho, interessado em outra pessoa. Isto incomodou, não é mesmo?
Buffy: Não seja convencido.
Spike: Isto machuca, huh? Mas você não consegue admitir, então você forja alguma acusação sobre eu estar de volta ao vício.
Buffy: O vampiro que eu matei me contou-
Spike: Contou o quê? Que eu saio à noite? É, eu falo com pessoas. Mulheres. Eu falo com elas porque não posso falar com você.
Buffy: Oh Spike, me poupe. 
Spike: Tão insensata a noção de Spike ser o assassino, não é *nada* se comparada com a ideia que outra garota poderia significar alguma coisa para mim. Este chip... Eles colocaram em mim. Eu não pude evitar. Mas a alma eu consegui sozinho... Para você.

Buffy se reúne com Willow e Dawn e conta a situação para as meninas; pela Internet, elas ficam sabendo que existem várias pessoas desaparecidas em Sunnydale, a maioria garotas. Enquanto isto, Spike está se arrumando para sair e, quando encontra um maço de cigarros no bolso de sua jaqueta, tem um flashback com a garota do Bronze que ele matou. Quando o vampiro está saindo, Xander tenta impedi-lo, e Spike é obrigado a bater nele; o chip o faz sentir muita dor.

Spike vai até o Bronze. [Aimee Mann] está cantando a música [ThisIs How It Goes]. O vampiro faz perguntas para o bartender e para uma das garçonetes sobre a garota loira, se eles a viram. Spike sobe então até o balcão para observar melhor a pista e ver se consegue achar a menina; Spike está bebendo do frasco que sempre traz com ele quando uma garota se aproxima e inicia uma conversa. Ele diz não estar interessado, educadamente, mas ela não desiste. Então, a garota se transforma em vampira — e afirma que foi mordida por ele. Os dois lutam e Spike estaqueia a vampira, fazendo-a virar pó; Aimee Mann canta [Pavlov's Bell].

Enquanto isto, Buffy está chegando ao Bronze, a procura de Spike e fala com o leão-de-chácara:


Buffy
: Estou procurando por este cara. Cabelo oxigenado, jaqueta de couro, sotaque britânico? Meio pálido, mas de uma maneira sexy?

Leão-de-chácara: Sei, sei. Eu conheço o cara. Parecido com o Billy Idol?
Buffy: Na verdade, Billy Idol roubou o visual do- deixa pra lá. Ele tem estado por aqui? 


Spike, por sua vez — nervoso e confuso com o que acabou de descobrir sobre seu próprio comportamento — vai até um telefone público e liga para o celular de Buffy:
 


Spike
: Alô? Sou eu. Eu estou vendo- Acho que estou lembrando. Acho que fiz algumas coisas muito ruins.

Logo que ele desliga, o outro Spike aparece

Falso Spike: Você não devia ter feito isto. Ainda não é hora. Muito cedo. Você está indo contra o plano.É esta entidade, que tem a capacidade de assumir a forma de qualquer pessoa, que o vampiro vem ouvindo e com quem tem falado desde que voltou para Sunnydale e se instalou no porão da escola; é o Big Bad que está prestes a atacar Sunnydale e os Scoobies.


Spike encontra Buffy em uma casa da Hoffman Terrace; ele pede a ela para descer até o porão. O falso Spike está junto com eles, mas só Spike pode vê-lo e escutá-lo.
Spike, muito assustado, conta a Buffy o que acha que fez: 


Spike
: Eu estou lembrando. A garota- eu a levei até sua casa. Aquela que você viu. E uma outra antes dela. E eu acho que a matei. E eu acho- eu acho que matei a senhora que vivia aqui. E- e pode haver outros.
Eu acho que os enterrei aqui.
Buffy: Spike, por quê?
Spike: Bem, eu não sei, sei? Eu nem sei como. Eu não deveria ser capaz-


O falso Spike começa a cantar Early One Morning, o que faz com que o verdadeiro comece a agir diferente; ele se transforma e ataca Buff.

Neste momento, os corpos enterrados no porão começam a surgir (agora como vampiros) e atacam Buffy. O falso Spike está ao lado do verdadeiro, convencendo-o a "experimentá-la", "enfraquecê-la". Spike vai até a Caça-Vampiros a fim de mordê-la — ela está imobilizada pelos vampiros — mas antes disto ele lambe o sangue do corte que fez em seu braço; isto faz com que Spike saia do transe que a música provocou. Ele lembra das pessoas que matou e então se afasta dela, horrorizado. Buffy consegue matar todos os vampiros — usando o cabo da pá que Spike usou para cavar as covas de suas vítimas — enquanto o falso Spike diz ao verdadeiro que ele falhou e agora vai ser morto por Buffy. Ela, ainda com o cabo da pá nas mãos, se aproxima de Spike, que está sentado no chão, indefeso, infeliz; ele abre a jaqueta, expondo o peito e pede para morrer: 


Spike: Faz isto rápido, OK? 

Buffy não se mexe

Spike: Ele disse que você ia me matar!
Buffy: Quem disse?
Spike: Eu. Era eu. Eu vi. Eu estava aqui o tempo todo, falando, cantando. Havia uma música.
Buffy: Do que você está falando?
Spike: Não sei! Por favor. Eu não lembro. Não me faça lembrar. 

Spike fala para o falso Spike

Spike: Faça isto para eu esquecer novamente! Eu fiz o que você queria!

Buffy percebe que não são só ela e Spike que estão ali

Buffy: Há alguma coisa aqui.

Buffy joga longe o cabo de madeira que tinha nas mãos

Spike: Oh, Deus, não. Por favor, eu preciso disto. Não consigo expulsar esta alma de mim. Eu matei, e eu posso senti-los. Posso sentir cada um deles.
Buffy: Há alguma coisa jogando conosco, todos nós.
Spike: O que é? Por que está fazendo isto comigo?
Buffy: Eu não sei. 
Spike: Me ajude. Você pode me ajudar?
Buffy: Eu vou ajudar.

O falso Spike se mostra bastante desapontado

Buffy leva Spike para sua casa; ele, sentado na sala e enrolado em um cobertor, está quieto, com o olhar parado. A Caça-Vampiros conta o que aconteceu para os Scoobies, explicando que Spike estava sendo controlado por alguma coisa que o fazia matar. Ela diz que este Mal que está agindo, estava próximo de Spike e então é bom tê-lo por perto. E que as coisas, dali por diante, só vão piorar.